Salários de até R$ 22,9 mil -

Termina nesta sexta prazo para se inscrever no 'Enem dos concursos', que oferece 6,6 mil vagas

As inscrições para o Concurso Nacional Unificado, popularmente conhecido como o "Enem dos concursos", encerram nesta sexta-feira (09/02). Até o momento, mais de 1,7 milhão de candidatos já se registraram. Com informações do R7.

Foto: Reprodução/freepik

Este concurso oferece um total de 6.640 vagas distribuídas em 21 órgãos federais, com salários que chegam a até R$ 22,9 mil. As avaliações estão agendadas para o dia 5 de maio, em 220 cidades pelo Brasil.

O concurso será segmentado em oito blocos temáticos, sendo sete de nível superior e um de nível médio. Para os candidatos de nível superior, é possível concorrer a diversas vagas dentro do mesmo bloco, embora seja requisitada titulação específica para alguns cargos. Portanto, candidatos sem a formação exigida para determinadas funções não poderão ser nomeados.

O cargo com o maior salário inicial é o de auditor-fiscal do trabalho, no Ministério do Trabalho e Emprego, com vencimentos de até R$ 22.921,71. Por outro lado, a remuneração mais baixa é para a posição de técnico em informações geográficas e estatísticas, com salário inicial de R$ 4.008,24.

Os interessados devem possuir uma conta no Gov.br para realizar a inscrição através do site da Fundação Cesgranrio. A taxa de inscrição é de R$ 90 para vagas de nível superior e R$ 60 para cargos de ensino médio. Até o último dia 26, foi possível solicitar isenção da taxa para pessoas inscritas no CadÚnico (Cadastro Único), doadoras de medula óssea, estudantes bolsistas do ProUni (Programa Universidade para Todos) e beneficiários do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Segundo informações do ministério, o concurso terá validade de 12 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Os editais por bloco são os seguintes:

Bloco 1: Infraestrutura, exatas e engenharia;

Bloco 2: Tecnologia, dados e informação;

Bloco 3: Ambiental, agrário e biológicas;

Bloco 4: Trabalho e saúde do servidor;

Bloco 5: Educação, saúde, desenvolvimento social e direitos humanos;

Bloco 6: Setores econômicos e regulação;

Bloco 7: Gestão governamental e administração pública;

Bloco 8: Nível intermediário.

Fonte: R7

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco