14.646 concursados · 13/05/2022 - 08h40

Governo do Distrito Federal quer mais 14,6 mil servidores até 2023


Compartilhar Tweet 1



Segundo a Secretaria de Economia do Distrito Federal em seu último relatório, a total da força de trabalho do GDF, contendo todas as categorias de servidores ativos, era de 117.948 pessoas. São 4,4 mil a menos do que na mesma data do ano passado. As informações são do Metrópoles.

Dessa forma, o Executivo local pretende não só recompor como ampliar o número de servidores. Na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2023, enviada nesta semana à Câmara Legislativa (CLDF), a previsão é de 14.646 concursados a mais, dos quais 8.384 deverão ser nomeados nas listas dos já aprovados, e 6.262 em novos certames ainda não realizados.

A LDO é uma mera previsão, realizada com modelos e projeções de crescimento de receitas. No caso do DF, ainda é preciso contar com a transferência pelo governo federal do Fundo Constitucional, destinado por lei às forças de segurança, mas que acaba complementando também salários nos setores da educação e da saúde.

Agora os 24 deputados distritais poderão trabalhar e modificar a proposta, o que fazem todo ano, muitas vezes, acrescentando previsões, que são somente autorizativas, não obrigatórias. Depois, o GDF afina as projeções com outro documento, que também passa pelo crivo dos parlamentares: a Lei Orçamentária Anual (LOA). Mas nada entra na LOA que não esteja na LDO.

Nomeações
Das quase 8,4 mil nomeações previstas ao longo de 2023, e que terão custo de mais de R$ 500 milhões no primeiro ano, é a educação que receberá o maior reforço: quase 5.4 mil servidores a mais, dos quais 3,1 mil professores. O concurso está previsto para ser feito ainda no primeiro semestre deste ano.

A Secretaria de Saúde, maior contingente de servidores do DF, com pouco mais de 32 mil, prevê acréscimo de mais de 1 mil agentes de vigilância em saúde e agentes comunitários. A autorização foi dada, e o concurso está em preparação ainda para 2022.

Para as 400 vagas de policial penal, a janela fechou: as inscrições encerram-se em abril, e a prova será aplicada no início de julho.

Comentários