Em meio a crise · 04/06/2018 - 17h17

MPPI apreende combustíveis alterados em cidades no interior do Piauí


Compartilhar Tweet 1



O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) junto ao Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) expediu, na sexta-feira (25), uma recomendação para que os proprietários de postos de combustíveis de todo o Piauí não aumentem os preços, com o argumento de desabastecimento. No mesmo dia, foram fiscalizados onze postos de combustível, um em Cocal de Telha e dois postos em Capitão de Campos, onde foram verificados 98 bicos e 16 aferidores, totalizando 114 instrumentos.

Na cidade de Cocal de Telha, em uma residência, foram encontrados 27 botijões de gás-GLP, 17 deles cheios. Nessa mesma residência, foram apreendidos ainda três galões de gasolina de 30 litros e garrafas petes com o combustível. Após um teste do percentual de etanol no combustível apreendido, constatou-se que o percentual (do possível etanol) está acima dos padrões da ANP.

 


Fonte: MPPI

Comentários