Dá série, finais complicados · 02/04/2020 - 11h16

O Poço: Motivos para ver o terror que vem dando o que falarcinema


Compartilhar Tweet 1



Recém-chegado ao catálogo da Netflix, O Poço, filme de terror dirigido por Galder Gaztelu-Uurrutia, já se tornou um fenômeno da plataforma. Em poucos dias, o longa garantiu o primeiro lugar entre o Top 10 de filmes mais vistos pelo público brasileiro e vem sendo elogiado pela crítica. A reportagem é do CineClick.

Na trama ambientada em uma prisão vertical, os detentos são designados por níveis e forçados a se alimentar da comida que fica em uma plataforma que se move entre os andares, começando de cima. Cansado dos detentos dos andares de cima se alimentarem melhor, um homem decide mudar a situação. 

1 - Roteiro estruturado e horror na medida certa

Os clássicos filmes de terror costumam trazer jump scares para amedrontar seu público de forma mais eficaz. Em O Poço, o diretor Galder Gaztelu-Uurrutia dispensa essas sequências com os famosos sustos gratuitos para trazer ao público uma tensão que permanece do início ao fim da trama. Essa forma de prender o espectador também pertence ao roteiro de David Desola e Pedro Rivero, sempre coerente e com diálogos inteligentes entre os personagens principais.

2 - Crítica social importante 

Assim como em Nós, filme de Jordan Peele, o longa traz uma crítica social importante, levando o público a discutir sobre um assunto além da trama em si. Com cenas e referências que remetem ao problema social abordado, O Poço insere a crítica em sua história e fazendo o espectador entender sua análise já no decorrer do filme. Sem o menor pudor, o diretor arrisca inserir o gore como um elemento chave para tratar o assunto e não apenas como uma maneira de chocar o público. 

3 - Assim como Parasita, mostra uma ascensão do cinema estrangeiro

Devido a sua excelente trama, o longa já se tornou um grande sucesso da Netflix e isso mostra que o público vem consumindo cada vez mais títulos do cinema estrangeiro. Assim como Parasita, longa sul-coreano vencedor do Oscar de Melhor Filme, O Poço, de nacionalidade espanhola, entra na lista de produções não-americanas que ganham espaço no coração do público e da crítica. 

O Poço já está disponível no catálogo da Netflix.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



‘Truque de Mestre‘, aclamado filmes de mágicos com Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Mark Ruffalo, Lizzy Caplan, Morgan Freeman, e Michael Caine, voltou ao catálogo da Netflix. Com informações do Cine Pop.

O filme foi disponibilizado nesta sexta-feira, dia 1º de Fevereiro.

A adição vem junto com a confirmação de que  a Lionsgate vai produzir o terceiro filme da franquia.

Até o momento, Dave Franco é o único membro do elenco que ainda não foi procurado, mas é de se esperar que ele também esteja de volta.

A informação veio da mesma fonte que revelou a produção de mais dois filmes da franquia ‘Transformers‘ através da Paramount Pictures.

Além dos Quatro Cavaleiros, foi dito que dois novos personagens farão parte da trama principal.

A primeira é descrita como uma jovem hispânica de 20 e poucos anos, e o outro é um homem por volta dos 40. E, embora nenhum ator tenha sido selecionado para os papéis, o estúdio está considerando Chris Pratt para fazer parte do elenco.

Maiores detalhes não foram revelados, então não há previsão para o início das filmagens e nem possíveis datas de estreia.

Como a Lionsgate não se pronunciou sobre o assunto, considere como rumor.

Lembrando que ‘Truque de Mestre 3‘ já havia sido anunciado em 2015, e o Deadline divulgou que o estúdio contratou os roteiristas Neil Widener e Gavin James para escrever a trama, além de trazer Jon M. Chu de volta à direção.

Assista ao trailer:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Em entrevista EXCLUSIVA ao CinePOP, a atriz Mackenzie Davis (‘O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio’) falou sobre o final do terror ‘Os Órfãos‘, que já está em exibição nos cinemas nacionais. Segundo ela, tanto o livro de Henry James, ‘A Outra Volta do Parafuso‘, quanto o filme deixam o final ‘muito aberto a interpretações’. As informações são do Cine Pop.

“A narrativa é muito subjetiva. O único elemento consistente é essa narradora em quem não podemos confiar. Você não descobre isso até o final, mas você a  acompanha até a história terminar. E somos imediatamente forçados a reavaliar tudo o vimos anteriormente. Essa sensação de insegurança, falsidade e experiência subjetiva. terá uma interpretação completamente diferente, dependendo da geração”, afirmou.

Assista a entrevista e a explicação do final:

E se a pessoa que está contando uma história não puder ser confiável, seja porque mentir intencionalmente ou porque sua percepção da realidade está distorcida?

No vídeo abaixo, o editor-chefe Renato Marafon explica o final da história.

Assista a explicação:

A genética da loucura | O final explicado de ‘Os Órfãos’

Dirigido por Floria Sigismondi (‘The Handmaid’s Tale‘ e ‘American Gods‘), o longa é baseado no livro ‘A Volta do Parafuso‘, de Henry James.

Protagonizado por Mackenzie Davis, no papel da babá Kate, a trama se passa em uma propriedade na zona rural dos Estados Unidos – uma casa que guarda segredos sombrios e onde nada é o que aparenta ser.

O longa já está em exibição nos cinemas nacionais.

    Reprodução/ Cine Pop

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A comédia romântica ‘Como Perder um Homem em 10 Dias‘, de 2013, estreou no catálogo da Netflix. As informações são do Cine Pop.

O filme foi adicionado ontem, dia 1º de Fevereiro, no serviço de streaming.

A adição vem acompanhada da notícia de que o longa vai ganhar reboot em forma de série no canal norte-americano Quibi.

A sinopse oficial da série “segue uma jovem colunista de sucesso e um executivo de publicidade que precisa provar, de uma vez por todas, que é capaz de ser monogâmico. Eles logo descobrem, no entanto, que manter um relacionamento é mais difícil do que Andie Anderson faz parecer!”

Andie foi interpretada no filme por Kate Hudson, enquanto Matthew McConaughey viveu o protagonista masculino.

A série está sendo escrita por Gary Branum, do ‘The Mindy Project‘.

 

Comentar
Abaixo-assinado ganha força · 02/02/2020 - 11h17 | Última atualização em 02/02/2020 - 12h00

Amber Heard confessa ter agredido Johnny Depp e fãs querem ela demitida de ‘Aquaman 2’


Compartilhar Tweet 1



Em uma série de fitas cassetes explosivas que o jornal Daily Mail divulgou, a atriz Amber Heard surge confessando ter agredido seu ex-marido Johnny Depp, o estapeando e jogando panelas e frigideiras nele. As informações são do Cine Pop.

As fitas datam de 2015, quando o agora distante casal tentou conversar sobre os problemas do casamento – e foram adquiridas de uma “fonte bem confiável“.

Nas fitas, Heard diz:

“Me desculpe, por ter batido em seu rosto com um tapa, mas eu não estava batendo em você com um soco.  Eu não sei qual foi o movimento da minha mão real, mas você está bem, eu não te machuquei, não te dei um soco, estava apenas batendo em você”.

Após a revelação de que Heard agrediu Depp, o abaixo-assinado pedindo que a intérprete de Mera seja substituída por outra atriz em ‘Aquaman 2′ tomou força.

O documento publicado no Change.org ultrapassou 60.000 assinaturas em apenas dois dias.

Confira na íntegra o pedido da petição:

“Amber Heard foi exposta como agressora doméstica por Johnny Depp. Em seu processo de U $ 50 milhões, Johnny Depp descreve muitos incidentes de abuso doméstico que ele sofreu nas mãos de sua (então) esposa Amber Heard, incluindo um incidente em que ela o socou duas vezes no rosto e outro em que quebrou o dedo com uma vodca garrafa, e seu dedo teve que ser recolocado cirurgicamente. Ele carregará a cicatriz disso pelo resto da vida. 

Amber Heard também foi presa em 2009 por abusar de uma ex-parceira doméstica, Tasya Van Ree, demonstrando um padrão repetido de abuso por Amber Heard.

Desde o divórcio de Heard e Johnny Depp, ela tem sistematicamente criado uma jornada para arruinar Depp em Hollywood, repetindo vários relatos de incidentes falsos nos quais ela havia realmente abusado de Johnny Depp, mas mentiu e criou relatos falsos de que ele era o agressor. Sobre o incidente durante o qual ela quebrou os ossos no dedo de Johnny Depp e quase o esfaqueou, fazendo com que Depp necessitasse de uma cirurgia para recolocá-lo e repará-lo, Heard apresentou uma história falsa alegando que ele próprio cortou o dedo, mergulhou-o em tinta e rabiscou obscenidades por todas as paredes. 

Da mesma forma, Heard relata incidentes fabricados de Johnny Depp batendo na cara dela quando ela, de fato, o deu um soco. Embora a equipe e os vizinhos do prédio onde ela morava relatassem não ter visto marcas no rosto nas horas e dias depois que ela diz que Johnny Depp havia batido nela, ela apareceu no tribunal seis (6) dias depois com hematomas no rosto, pedindo uma ordem de restrição temporária, que foi concedida. Fotos de Heard desde o dia seguinte mostram seu rosto cheio, sem maquiagem e sem um hematoma.

Como Amber Heard é uma abusadora doméstica conhecida e comprovada, a Warner Brothers e a DC Entertainment devem demitir Heard de Aquaman 2. Eles não devem ignorar o sofrimento das vítimas de Heard e não devem fascinar um agressor doméstico. 

Os homens são vítimas de violência doméstica, assim como as mulheres. Isso deve ser reconhecido e devem ser tomadas medidas para impedir que uma agressora conhecidaseja celebrado na indústria do entretenimento.

Faça a coisa Certa. Demita Amber Heard de Aquaman 2.” 

A sequência tem estreia marcada para dezembro de 2022.  

Lançado em 2018, ‘Aquaman‘ arrecadou US$ 1,148 bilhão pelo mundo, tornando-se um dos maiores sucessos financeiros da DC em parceria com a Warner Bros.

Comentar
Filme estreia nesse ano · 02/02/2020 - 11h04

Isabelle Drummond será Tina em Turma da Mônica: Lições


Compartilhar Tweet 1



Depois de participar de Verão 90, em julho do ano passado, Isabelle Drummond agora vai ser arriscar no cinema. A atriz de 25 anos estará em Turma da Mônica: Lições. Ela viverá a personagem Tina nas telonas. As informações são do Metrópoles.

O filme, que sai ainda em 2020, terá gravações até o próximo dia 11 de fevereiro, em Poços de Caldas, Minas Gerais.

Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, Isabelle viverá Tina, a jovem moderninha que protagoniza aventuras com seus amigos Rolo e Pipa.

Além de Isabelle Drummond, Malu Mader também viverá uma professora na produção. A turma segue com mesmo elenco: Mônica (Giulia Benite), Cebolinha (Kevin Vecchiato), Cascão (Gabriel Moreira) e Magali (Laura Rauseo).

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Experiente no teatro e na televisão, Susana Garcia acumulava trabalhos de roteiro até estrear como diretora de cinema. Aos 49 anos, o início de trajetória atrás das câmeras não poderia ser mais impressionante. As informações são do Metrópoles.

Minha Vida em Marte (2018), no qual dirige sua irmã e também dramaturga Mônica Martelli, e o recente Minha Mãe É uma Peça 3 (2019), ainda em cartaz, figuram entre as maiores bilheterias do Brasil em todos os tempos.

Garcia, casada com o ator Herson Capri e mãe de três filhos, é a única cineasta mulher no top 25 dos maiores públicos do cinema nacional. Marte atraiu mais de 5,3 milhões de pessoas às salas. O terceiro da franquia estrelada pelo comediante Paulo Gustavo bate um recorde atrás do outro.

Ocupa a quinta posição no ranking geral e, em cifras não corrigidas pela inflação, lidera a lista das maiores arrecadações.

Em entrevista ao Metrópoles, Garcia comemora os feitos do filme e considera o sucesso fruto de um “mistério”. Ainda fala sobre a importância da representatividade feminina e de minorias para arejar a linguagem de cinema e faz alertas sobre a política cultural do presidente Jair Bolsonaro.

Confira o trailer o filme:

Leia entrevista com Susana Garcia:

Com Minha Mãe É uma Peça 3, você se tornou a cineasta mulher dos filmes mais vistos no cinema nacional. Como é alcançar esse sucesso numa indústria ainda dominada pelo olhar masculino?
Vejo o sucesso deste filme e do anterior como resultado de muito trabalho. E esse trabalho não começa no set, mas no roteiro. Sou diretora, mas acredito demais num bom roteiro. Acho que o público quer se divertir, rir, mas acima de tudo, acompanhar uma boa história. Eu, Paulo (Gustavo) e Fil (Braz) ficamos um ano no roteiro para contarmos uma boa história no set. Me dá prazer filmar o que acredito.

Aproveito a comédia para sensibilizar o público. Acho que só entretenimento, só risada fica tudo vazio. A pessoa se diverte, mas sai sem nada. A arte tem que preencher, fazer refletir. Em comum, os dois filmes são comédias. O público se identifica muito. No caso da Fernanda (personagem de Martelli em Marte), a experiência da mulher, relacionamentos. E a Hermínia, como mãe. Todo mundo sai transformado. Algo pegou que faz as pessoas irem para a casa pensando no filme. Acho que esse é o meu trabalho. Tento fazer comédias que emocionem.

O fato de eu ser mulher… Não sinto tanta dificuldade. Porque tenho maneira diferente de trabalhar. Meu set é tranquilo, tem muita harmonia. Para me impor, não preciso chutar, botar o pé na porta. Vou (para o set) com tudo muito decupado. Tenho segurança do que quero e acho que as pessoas embarcam e vêm junto.

Acha que o cinema tem avançado nessa questão da representatividade atrás das câmeras, sobretudo feminina?
Hoje, acho que o respeito à mulher é diferente. Há uns 15 anos, com certeza teria que provar que era boa. Agora, chega e já é respeitada. Pelo menos eu sinto isso quando faço série, filme. O feminismo ajudou as mulheres a serem reconhecidas e respeitadas. Não preciso mostrar pro fotógrafo, pra fulano que eu posso. Já existe respeito.

Nos dois filmes que dirigiu, quais elementos você enxerga como seus? Coisas que resultaram do seu olhar e foram para a tela?
Tenho sensibilidade para entender os momentos que podem emocionar. Acredito nesses momentos e vou fundo neles: pausas alongadas, passagens musicais. A outra coisa é sempre ter como parâmetro o que é crível, verdadeiro. Nunca uma cena pode ser gratuita para fazer rir.

Tem que se pensar: isso tem identificação com o público? Uma mãe faria isso com o filho? Nunca faço piada pela piada, pelo exagero. Sempre paro e penso no roteiro, “aqui exagerou, vamos voltar”. Sempre deve ter sentido, lógica, razão.

Como diretora e espectadora, o que vê de distinto em filmes dirigidos por homem e mulher?
Já aconteceu de eu ver um filme e não saber quem era o diretor. E pensar, “nossa, tanta sensibilidade”. Vejo a mão feminina. Ela tem capacidade maior de sensibilidade, de acreditar mais nas relações humanas. Acho que o olhar feminino tem esse diferencial. Com relação a mulheres, negros e homossexuais dirigindo, percebo quando eles estão e não estão.

Acho que as mulheres são mais preocupadas com a representatividade. Faço questão de ter. Esse filme (Minha Mãe É uma Peça 3) tem uma mão feminina. Você pega os outros dois, que foram dirigidos por homens (André Pellenz e César Rodrigues). Todo mundo comenta que tem diferença. Até porque o novo fala sobre afeto. Sou mãe de três filhos. Nosso olhar é diferente.

De que maneira funcionam as parcerias com Paulo Gustavo, dentro e fora do set?
A gente passa um ano trabalhando. Se encontra todos os dias. Faço cronograma diário de trabalho. Quatro, cinco horas por dia. Todo dia, uma cena. Às vezes ela não fecha e voltamos a ela. Consideramos uma boa cena quando está encadernada. Paulo é gênio. Jorra criatividade a todo tempo. Eu cuido mais da função da cena.

Ele começa andando pela sala dele e vai criando. Vou gravando tudo. Há muita sintonia, porque ele é um cara bom de se trabalhar. Mesmo com roteiro encadernado, como a gente chama, no set ainda tem a cereja do bolo. Ele cria coisas geniais na hora. A gente é incansável.

Teve um dia que a gente ficou quatro horas num discurso da Hermínia. A gente não quer o bom, mas o excelente. É pra gente. É árduo, é ralação, mas também muito prazeroso. Trabalho muito para chegar onde estou. Vamos pro set filmar o que a gente acredita.

Você originalmente é do teatro. De que forma essa vivência do palco e da dramaturgia facilitou a transição para a linguagem de cinema?
Me ajudou em dois pilares. Tenho formação de atriz, fiz CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) quando resolvi entrar para a arte. Entrei no intuito de aprender a interpretar para aprender a dirigir ator. Acredito em bom texto, em adaptar, mexer. Fazer esse trabalho “de mesa”. Já adaptei muita peça.

Outro pilar é dirigir ator. Sou muito criteriosa. “A cena está boa, mas o ator poderia estar mais desse ou daquele jeito”. Volta a cena. Vou ao ator e o dirijo. O teatro ajudou muito.

Já tem novo projeto engatilhado?
Parei agora no meio de um trabalho para falar com você. Roteiro da série sobre Dona Hermínia, com Paulo Gustavo. Quatro temporadas e 45 episódios. Dirijo e escrevo.

O cinema brasileiro teve um 2019 incrível em prêmios e festivais, agora chegando ao Oscar 2020 com Democracia em Vertigem. Ao mesmo tempo, sofreu desmontes em editais públicos. Qual sua visão sobre a política cultural do governo Bolsonaro?
A gente está vivendo um momento que, para a cultura, é um pesadelo. Mesmo no meio desse governo extremamente retrógrado, conseguimos fazer sucesso com esse filme. É um mistério que muita gente me pergunta. Como um filme protagonizado por um homem assumidamente gay, casado e com dois filhos, interpretando uma mulher faz tanto sucesso?

Conseguiu unir esquerda e direita. Todo mundo vê o filme. E a Petra (Costa)? Num governo desse, e conseguiu ser indicada ao Oscar. A arte, por mais que esteja sendo achatada, cria forças para vir mais forte. Teremos ano com muitas dificuldades, mas nunca estivemos tão unidos.

Participo de grupos de conversas com cineastas. Nunca nos mobilizamos tanto para dar a volta por cima.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A série de Mitologia Nórdica ‘Ragnarok‘ já estreou na Netflix! Todos os episódios da primeira temporada já estão disponíveis no serviço de streaming. As informações são do Cine Pop.

Confira o trailer:

A trama acontece na pequena cidade fictícia de Edda, no meio do vasto e cativante campo da Noruega, e é um drama moderno sobre a chegada à idade adulta, ambientada numa escola do ensino médio e misturada à mitologia nórdica.

“É um prazer enorme estar envolvido na criação da nova série norueguesa para a Netflix. Acreditamos que os nórdicos têm a sua própria voz quando se trata de contar histórias, e gostaríamos de ajudar a provar isso com esta série, escrita por uma equipe nórdica com roteiristas da Noruega, Suécia e Dinamarca”, disse Adam Price, idealizador da série.

O elenco inclui David Stakston, Jonas Strand Gravli, Theresa Frostad Eggesbø, Herman Tømmeraas e Emma Bones.

Comentar
Atualizações no catálogo · 01/02/2020 - 11h12

Amazon Prime divulga lista de lançamentos para fevereiro


Compartilhar Tweet 1



Fevereiro já chegou e a Amazon Prime divulgou a lista de atrações que estarão disponíveis no catálogo a partir do primeiro dia do mês. As informações são do Cine Pop.

Grande parte das adições são títulos de destaque da Disney, como o remake de ‘O Rei Leão’, ‘Moana’, ‘Doutor Estranho’, e ‘Guardiões da Galáxia’, além de aclamadas produções, como ‘O Discurso do Rei’, ‘Sicario’, e‘Circulo de Fogo – A Revolta’.

Confira a lista completa:

01/02
‘Doutor estranho’
Enquanto em uma jornada de cura física e espiritual, um neurocirurgião brilhante é atraído para o mundo das artes místicas.

‘Guardiões da Galáxia’
Um grupo de criminosos intergaláticos deve se unir para parar um guerreiro fanático com planos de limpar o universo.

‘Moana’
Na Polinésia Antiga, quando uma terrível maldição incorrida pelo Semideus Maui chega à ilha de Moana, ela responde ao chamado do oceano para procurar o Semideus para consertar as coisas.

‘Anna Karennina’
Na alta sociedade russa do final do século XIX, a aristocrata de São Petersburgo Anna Karenina entra em um caso de mudança de vida com o arrojado conde Alexei Vronsky.

‘Jane Eyre’
Uma governanta tímida que amolece o coração de seu empregador logo descobre que está escondendo um terrível segredo.

‘Jogo Entre Ladrões’
Um ladrão veterano recruta um bandido mais jovem para ajudá-lo a conseguir um emprego final para pagar sua dívida com a máfia russa.

‘Do que as mulheres gostam’
Após um acidente, um executivo chauvinista ganha a capacidade de ouvir o que as mulheres estão realmente pensando.

‘Sandman- Pesadelo Real’
Uma garotinha com poderes formidáveis ​​imagina o Sandman, um monstro terrível de seus pesadelos que prejudica quem quer machucá-la.

‘O Bom Dinossauro’
Em um mundo em que dinossauros e humanos moram lado a lado, um Apatosaurus chamado Arlo faz um amigo humano improvável.

02/02
‘Dragões – Pilotos de Berk’
‘Dragões: Pilotos de Berk‘ começa pouco depois dos eventos de ‘Como Treinar o Seu Dragão‘. Com a Morte Rubra destruída, os vikings de Berk fizeram as pazes com os dragões, aceitando eles na aldeia e em suas vidas.

05/02
‘Fear The Walking Dead’ – 5° temporada
Liderado por Morgan e Alicia, o grupo aterrissa em território desconhecido, em busca de sobreviventes para ajudar – mas nem tudo é o que parece nesta nova e agourenta terra.

07/02
‘All or Nothing’ – 5° temporada
A nova temporada dará uma primeira olhada nos bastidores do Philadelphia Eagles, levando aos espectadores tudo o que acontece no vestiário, dentro e fora do campo. Nas temporadas anteriores, vimos o Dallas Cowboys e o Carolina Panthers, entre muitos outros grandes times, mostrando as dificuldades, reviravoltas e muito mais. A produção executiva é de Brian Rolapp, Ross Ketover e Pat Kelleher.

‘If You Give a mouse a cookie’ – 2° temporada
Na série Se você der um rato a um biscoito, com base nos adorados livros de Laura Numeroff e Felicia Bond, conheceremos Rato, Porco, Moose, Cão e gato e seus humanos favoritos.

13/02
‘Circulo de Fogo – A revolta’
Jake Pentecost, filho do Stacker Pentecost, se reúne com Mako Mori para liderar uma nova geração de pilotos Jaeger, incluindo o rival Lambert e o hacker de 15 anos Amara, contra uma nova ameaça Kaiju.

14/02
‘Morte ou Revés’
A família Woods se reúne para ouvir o testamento de seu rico patriarca George Woods, dez anos após sua morte. Antes que possam reivindicar a fortuna da família, cada um deve sobreviver à investigação sobre o desaparecimento da filha adotiva de Woods.

15/02
‘O Rei Leão’
Após o assassinato de seu pai, um jovem príncipe leão foge de seu reino apenas para aprender o verdadeiro significado de responsabilidade e bravura.

18/02
‘Dupla Implacável’
Em Paris, um jovem funcionário do escritório do embaixador dos EUA se une a um espião americano que procura impedir um ataque terrorista na cidade.

21/02
‘Hunters’ – 1° Temporada
Um grupo diversificado de caçadores nazistas que vivem em 1977 na cidade de Nova York descobrem centenas de oficiais nazistas de alto escalão que conspiram para criar um Quarto Reich nos EUA. A equipe eclética fará uma sangrenta busca para levá-los à justiça.

22/02
‘O Discurso do Rei’
A história do rei George VI , sua ascensão inesperada ao trono do Império Britânico em 1936 e o ​​fonoaudiólogo que ajudou o monarca inseguro a superar seu gaguejo.

25/02
‘A Hora da Escuridão’
Em Moscou, cinco jovens lideram a acusação contra uma raça alienígena que atacou a Terra através de nossa fonte de alimentação.

29/02
‘Sicário’
Um agente idealista do FBI é recrutado por uma força-tarefa do governo para ajudar na escalada da guerra contra as drogas na área de fronteira entre os EUA e o México.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Collider revelou com exclusividade as primeiras imagens oficiais de ‘Boss Level’, novo filme estrelado por Frank Grillo. As informações são do Cine Pop.

Confira:

O thriller sci-fi é dirigido por Joe Carnahan.

Preso em looping temporal que constantemente repete o dia de seu assassinato, o ex-agente das forças especiais Roy Pulver descobre pistar sobre um projeto secreto do governo que poderia desvendar o mistério sobre sua imparável morte. Em uma corrida contra o relógio, Pulver deve caçar o Coronel Ventor, chefe do programa em questão, enquanto foge de assassinos treinados e impiedosos que querem mantê-lo longe da verdade.

Mel Gibson, Naomi Watts, Michelle Yeoh, Annabelle Wallis, Ken Jeong e Rob Gronskowski completam o elenco.

‘Boss Level’ ainda não tem previsão de estreia.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O diretor Colin Trevorrow retorna à cadeira de direção da terceira parte da franquia ‘Jurassic World’ e, agora, divulgou um breve vídeo de bastidores em seu Twitter oficial, mostrando os primeiros testes com os novos dinossauros da sequência. As informações são do Cine Pop.

Confira:

O título de produção do terceiro filme da franquia é ‘Jurassic World’: ‘Arcadia’.

O elenco inclui Chris Pratt como Owen Grady e Bryce Dallas Howard como Claire Dearing, além do retorno dos astros da franquia original: Laura Dern, Sam Neill, e Jeff Goldblum. Justice Smith e Daniella Pineda completam o time.

Em entrevista ao Empire, no passado recente, o diretor Colin Trevorrow falou sobre o aguardado retorno dos personagens originais da franquia:

“O próximo filme permitirá que os personagens originais da franquia façam parte da história de uma forma orgânica. Eu e a [roteirista] Emily Carmichael chamamos esse filme de ‘Jurassic Park 6’, porque ele realmente é.”

Ele completa, “Você começa perguntando as questões mais básicas: quem são essas pessoas agora? O que eles fazem neste novo mundo em que vivem e como eles sentem sobre ser parte da história? No final das contas, é uma colaboração entre os atores. Eles conhecem e amam esses personagens. E eles retornarão juntos.”

A Universal Pictures anunciou que a sequência chegará aos cinemas em 11 de junho de 2021.

Emily Carmichael (‘Círculo de Fogo: A Revolta‘) está escrevendo o roteiro junto com Colin Trevorrow.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A programação dos Cinemas Teresina segue com força total durante a semana e tem opção de filme para agradar todos os cinéfilos de plantão. E para começar bem, os Cinemas trazem alguns lançamentos, como a animação “Um Espião Animal”, o drama “1917” e “A Possessão de Mary”, para os amantes de bons filmes de terror, além da pré-estreia da comédia “O Paraíso Deve Ser Aqui”.

“O Paraíso Deve Ser Aqui” será exibido apenas neste domingo, dia 26, às 10h30. A obra acompanha a trajetória de Elia Suleiman, que sai da sua terra natal da Palestina e viaja o mundo, acreditando que deixaria todos os problemas com política e racismo para trás, mas acaba encontrando-os por onde passa.

A emocionante aventura “Um Espião Animal” é uma excelente opção de lazer para a família. Ganhando vida com as vozes de Thaís Araújo e Lázaro Ramos, o filme conta a história de um superespião e um cientista que precisam confiar um no outro de um jeito diferente quando algo inusitado acontece. E em sua 3ª semana de exibição, “Retrato de uma Jovem em Chamas” tem conquistado o público por ser uma obra produzida, dirigida e roteirizada por mulheres. O filme transborda sensibilidade e com uma narrativa lenta e apaixonante faz com que o telespectador fique imerso dentro de um romance histórico.

Já o filme russo ‘Uma Mulher Alta” agora tem sua estreia oficial. A obra cinematográfica se passa em Leningrado, no ano de 1945, em um cenário de pós Segunda Guerra Mundial. As personagens Iya e Masha são duas jovens mulheres em busca de esperança e significado em meios aos destroços deixados na Rússia após a Guerra.

E a comédia brasileira “Minha mãe é uma peça 3” está na sua 5ª semana em cartaz e é sucesso nacional de bilheteria. Retratando a realidade de boa parte dos lares brasileiros, além de fazer importantes discussões sociais, como a velhice, o filme é dirigido por Susana Garcia e conta com um elenco de peso: Paulo Gustavo, Rodrigo Pandolfo e Mariana Xavier.

Os dramas “Adoráveis Mulheres”, “O Farol”, “O Escândalo” e a animação “Frozen 2”, alguns dos indicados ao Oscar 2020, continuam em exibição e agradam o público. A aventura Jumanji – Próxima Fase está na 2ª semana em cartaz e o suspense “Ameaça Profunda” entra na 3ª e tem agradado os telespectadores.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Conhecida no ramo da dublagem · 18/01/2020 - 10h07 | Última atualização em 18/01/2020 - 11h04

Dubladora de Elsa, de Frozen, morre aos 21 anos


Compartilhar Tweet 1



A atriz Andrea Arruti, responsável pela voz da versão espanhola da América Latina da Elsa, do filme Frozen, morreu aos 21 anos. A causa do falecimento da mexicana ainda não foi divulgada. As informações são do Metrópoles.

Além de Frozen, Andrea Arruti deu voz a outros personagens, em produções como Phineas e Ferb e My Little Pony. Ela também interpretou Neeko, do game League of Legends.

O perfil de League of Legends no Twitter comentou a morte da dubladora. “Lamentamos o falecimento de Andrea Arruti, que emprestou sua voz para Neeko, e estendemos nossas condolências a seus entes queridos”, diz o texto.


 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O projeto Sessão Azul, gerido pela CapaciTEAutismo Entretenimento, com patrocínio de diversos shoppings, organizações não governamentais (ONGs) e instituições voltadas para o autismo, acontece pela quarta vez no Complexo BarraShopping e NewYorkCityCenter, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, promovendo a inclusão de crianças com distúrbios sensoriais.

A CapaciTEAutismo é uma clínica de psicologia, especializada nos Transtornos de Desenvolvimento, principalmente o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

O filme escolhido é Frozen 2 e será exibido no próximo sábado (11) em sessão dublada, 100% acessível, com legenda descritiva, libras e audiodescrição. A exibição será em único horário, às 13h, nas salas UCI Cinemas do NewYorkCityCenter. A classificação etária é livre, informou a assessoria de imprensa do BarraShopping.

O projeto Sessão Azul foi criado em 2015 pelas psicólogas Carolina Salviano e Bruna Manta, junto com o gerente de Projetos, Leonardo Cardoso. O objetivo é ambientar e acolher crianças com distúrbios sensoriais, síndrome de down, paralisia cerebral e neurotípicas (pessoas que não estão no espectro do autismo) em salas de cinemas adaptadas e fazer com que essa atividade seja uma extensão do processo de tratamento dos pequenos.

A venda dos ingressos começa no dia 9 deste mês, no site Sessão Azul ou no portal Ingresso.com. Todos os ingressos custam o valor de meia entrada.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Que tal começar o ano assistindo grandes lançamentos do cinema? A programação dos Cinemas Teresina está cheia de novidades nesta primeira semana do ano. ‘Retablo’, 'O Caso Richard Jewell’ e ‘Frozen 2’ estão entre os lançamentos.

‘Retablo’, terá pré-estreia no domino (05) às 10h30. No drama, Segundo Paucar (Junior Bejar) é um menino de 14 anos que, ao mesmo tempo inquieto por seguir uma tradição familiar, admira o trabalho de seu pai Noé (Amiel Cayo), um exímio construtor de retábulos, pequenas caixas que narram histórias religiosas ou eventos cotidianos. Mas quando um segredo de Noé vem à tona, Segundo enfrenta a dura realidade de uma sociedade extremamente religiosa e conservadora.

O longa ‘O Caso Richard Jewell’ mostra a história real de Richard Jewell (Paul Walter Hauser), segurança que se tornou um dos principais suspeitos de bombardear as Olimpíadas de Atlanta, no ano de 1996. Na realidade, ele foi o responsável por ajudar inocentes a fugirem do local e avisar da existência de um dos explosivos. O filme tem direção de Clint Eastwood.

O aguardado ‘Frozen 2’ é outra estreia imperdível. De volta à infância de Elsa e Anna, as duas garotas descobrem uma história do pai, quando ainda era príncipe de Arendelle. Ele conta às meninas a história de uma visita à floresta dos elementos, onde um acontecimento inesperado teria provocado a separação dos habitantes da cidade com os quatro elementos fundamentais: ar, fogo, terra e água. Esta revelação ajudará Elsa a compreender a origem de seus poderes.

Além das novidades, ainda continuam em cartaz nos Cinemas Teresina os filmes: ‘Deus é Mulher e seu Nome é Petúnia’, ‘Os Parças 2’, ‘Star Wars: A Ascensão de Skywalker’,’Cats’, ‘O Farol’, ‘Minha Mãe é Uma Peça 3’ e ‘Entre Facas e Segredos’.

Comentar
Produções esperadas · 27/12/2019 - 16h54

Amazon Prime Video: veja os lançamentos do streaming em janeiro


Compartilhar Tweet 1



No período de férias, o mês de janeiro vai reunir novos títulos no Amazon Prime Video. Ao todo nove produções chegam ao serviço de streaming da Amazon. Entre os destaques estão o quarto filme da franquia Toy Story e a nova série de Star Trek, com o retorno de Patrick Stewart. As informações são do Metrópoles.

Contando os bastidores das principais franquias da NFL, a série All or Nothing (Tudo ou Nada) vai acompanhar em sua quinta temporada o Philadelphia Eagles. No futebol, a produção mostrará todos os bastidores do título brasileiro da Copa América, conquistado em julho deste ano no Brasil pela Seleção.

 

Comentar
Versão foi exibida no exterior · 25/12/2019 - 11h24 | Última atualização em 25/12/2019 - 22h59

Disney censura beijo lésbico do novo 'Star Wars' em países asiáticos


Compartilhar Tweet 1



A Disney cortou uma cena curta em que duas mulheres aparecem se beijando em "Star Wars: A Ascensão Skywalker" na versão exibida nos cinemas de  Singapura. No trecho eliminado, as duas personagens surgem em uma comemoração coletiva. As informações são do iG - Gente. 

Segundo a  BBC, a cena foi cortada para que o  filme da saga "Star Wars" pudesse ter classificação indicativa de 13 anos. "Foi omitida uma cena breve que, segundo as diretrizes de classificação de filmes, exigiria uma classificação mais alta", disse um porta-voz do Departamento de Desenvolvimento de Mídia de Singapura.

Outros filmes já haviam recebido classificação indicativa de 21 anos no país pelo mesmo motivo, como a comédia romântica adolescente "Com amor, Simon" (2018) e O Segredo de Brokeback Mountain (2005).

A cena também foi cortada na versão exibida nos Emirados Árabes Unidos. Na China, ela não chegou a ser censurada.

Em Singapura, o casamento entre pessoas do mesmo sexo não é reconhecido por lei. Atores e produtores do novo longa da saga "Star Wars" não falaram sobre o assunto. 

Comentar
Com diretor brasileiro · 23/12/2019 - 08h48 | Última atualização em 23/12/2019 - 09h11

‘Dois Papas’: Anthony Hopkins divulga vídeo dos bastidores do novo filme da Netflix


Compartilhar Tweet 1



O lendário Anthony Hopkins divulgou recentemente um vídeo de bastidores do filme ‘Dois Papas’, da Netflix, em que trabalha com o aclamado diretor Fernando Meirelles. As informações são do Cine Pop.

O longa é dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles, indicado ao Oscar por ‘Cidade de Deus‘.

A história acompanha os bastidores de uma das mais dramáticas transições de poder nos últimos 2000 anos. Frustrado com a direção da Igreja, o cardeal Bergoglio (Jonathan Pryce) pede permissão ao papa Bento XVI (Anthony Hopkins) para se aposentar em 2012.

Em vez disso, enfrentando escândalos e sua própria insegurança, o introspectivo papa chama seu maior crítico e futuro sucessor a Roma para revelar um segredo que abalaria os alicerces da Igreja Católica. O que se vê dentro dos muros do Vaticano, então, é a disputa entre a tradição e o progresso, a culpa e o perdão, e dois homens muito diferentes confrontando seus passados em busca de terreno comum para forjar o futuro de um bilhão de seguidores em todo o mundo.

    Reprodução/Netflix

 

Comentar
Veja o vídeo · 14/12/2019 - 16h16 | Última atualização em 14/12/2019 - 20h31

‘Brincando com Fogo 2’? Diretor adoraria fazer uma sequência da comédia


Compartilhar Tweet 1



O jornalista Pablo Bazarello viajou até Nova York para entrevistar a bela atriz Brianna Hildebrand (‘Deadpool’) e o diretor Andy Fickman, que promovem a comédia ‘Brincando com Fogo‘ (Playing with Fire). As informações são do CinePop.

No vídeo, o diretor fala que adoraria fazer uma sequência da comédia.

Confira:

O filme é dirigido por Andy Fickman (‘Ela é o Cara’), com roteiro de Dan Ewen e Matt Lieberman.

O elenco inclui John Cena, Brianna Hildebrand, Judy Greer, Keegan-Michael Key e John Leguizamo.

Comentar
Veja a resposta · 14/12/2019 - 16h05 | Última atualização em 14/12/2019 - 20h15

‘Esquadrão 6’: Ryan Reynolds revela se voltaria para a sequência do filme da Netflix


Compartilhar Tweet 1



O editor-chefe Renato Marafon entrevistou os astros de ‘Esquadrão 6‘ (6 Underground), novo filme da Netflix dirigido por Michael Bay. As informações são do CinePop.

No vídeo, os atores revelam se topariam voltar para uma sequência da superprodução que custou mais de US$ 170 milhões.

“Nós voltaríamos para uma sequência, porque nos amamos. Esse elenco genuinamente se ama, então será divertido se acontecer”, afirmou Ryan Reynolds.

Dirigido por Michael Bay (‘Transformers‘), o orçamento do longa ficou na casa dos US$ 170 milhões, sendo essa a produção mais ambiciosa da história do serviço de streaming.

Na trama, seis bilionários forjam suas mortes e formam um esquadrão de elite para derrubar criminosos notórios.

O elenco ainda conta com Ben Hardy, Mélanie Laurent, Adria Arjona, Dave Franco e Payman Maadi.

A produção já está disponível na Netflix.

Comentar
Confira a lista · 14/12/2019 - 12h50 | Última atualização em 18/12/2019 - 07h57

Oito filmes e séries baseados em videogames para assistir


Compartilhar Tweet 1



Os games são inspiração para muitas produções do cinema e da televisão desde os clássicos. Games como Super Mario Bros. e Street Fighter tem suas versões nas telonas, e, neste mês, o famoso The Witcher, com Henry Cavil na pele de Geralt de Rivia, chega à Netflix. As informações são do Metropoles.

Para os fãs de games ansiosos pela adaptação do jogo, o Metrópoles selecionou algumas produções para maratonar até o lançamento de The Witcher, no próximo dia 20 de dezembro. Os escolhidos estão disponíveis nas plataformas da Netflix e YouTube Filmes.

Slender Man: Pesadelo Sem Rosto
Slender Man: Pesadelo Sem Rosto 
Need for Speed: O Filme
Need for Speed: O Filme 
Wecraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos
Wecraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos 
Pokémon: Detetive Pikachu
Pokémon: Detetive Pikachu 
Resident Evil
Resident Evil 
Tomb Raider: A Origem
Tomb Raider: A Origem 
Castlevania
Castlevania 
Assassins Creed
Assassins Creed 

 

Comentar
Exclusivamente na Disney+ · 14/12/2019 - 12h43 | Última atualização em 14/12/2019 - 22h58

‘A Bela e a Fera’ ganhará filme derivado focado em Gastão


Compartilhar Tweet 1



De acordo com o We Got This Covered, a Disney está planejando um filme derivado de ‘A Bela e a Fera’ focado no personagem Gastão, vivido por Luke Evans. As informações são do CinePop.

A informação veio da mesma fonte que revelou o desenvolvimento de uma sequência para o live-action de ‘Aladdin’.

Foi dito que o estúdio quer expandir seu universo construindo histórias voltadas para os vilões de suas adaptações, como aconteceu com ‘Malévola‘ e futuramente com Cruella de Vil, que ganhará um filme em 2021.

Além disso, Gastão foi um dos vilões mais elogiados entre os remakes live-action da Disney, diferente de Jafar e Scar, que receberam diversas críticas do público.

Até o momento, detalhes sobre a trama do spin-off de ‘A Bela e a Fera‘ não foram divulgados, e ainda não se sabe quais personagens estarão presentes no longa.

Além disso, o filme será lançado exclusivamente na Disney+, mas ainda não há previsão de estreia.

Lançado em 2017, ‘A Bela e a Fera‘ foi estrelado por Dan Stevens e Emma Watson, e se tornou um grande sucesso, arrecadando US$ 1,264 bilhão pelo mundo.

Comentar
Confira · 14/12/2019 - 12h33 | Última atualização em 14/12/2019 - 23h00

Roteiro de ‘Vingadores: Ultimato’ revela o último pensamento de Tony Stark


Compartilhar Tweet 1



O Comic Book divulgou uma parte do roteiro de ‘Vingadores: Ultimato‘ revelando o último pensamento de Tony Stark após seu sacrifício para deter Thanos, o que faz de sua morte ainda mais triste. As informações são do CinePop.

No texto, Tony chora e se desculpa em pensamento ao ver a expressão de tristeza no rosto de Pepper Potts, o que indica que ele se lamenta por não ter sido forte o bastante para sobreviver ao poder das Joias do Infinito.
 

“‘Tony, olhe para mim. Vai ficar tudo bem’, diz Pepper.

Ele olha para ela, com lágrimas escorrendo e pensa: ‘Me desculpe’.

Ela toca seu rosto e se inclina, beijando-o.

‘Pode descansar agora’, diz ela.

Ao se afastar, ela nota seus olhos vidrados e distantes.

Tudo fica quieto ao redor, e os heróis se reúnem contemplando todo o peso do que havia acabado de acontecer.

Tony Stark se foi…”
 

 

Comentar
Nas sessões especiais · 11/12/2019 - 11h14

Roberto Carlos em Jerusalém estreia nos Cinemas Teresina


Compartilhar Tweet 1



Os Cinemas Teresina trazem uma programação cheia de novidades como a pré-estreia de ‘Um Amante Francês’, lançamento de ‘Entre Facas e Segredos’ e a estreia do especial ‘Roberto Carlos em Jerusalém’. O filme do cantor terá sessões especiais às 19h10 na sexta, sábado e domingo.

‘Roberto Carlos em Jerusalém’ registra o show gravado na Terra Santa, em um palco de mais de mil metros quadrados no Sultan´s Poll (Piscina do Sultão), próximo ao Monte Sião, junto às muralhas da Cidade Velha de Jerusalém. Com uma plateia de mais de 5 mil pessoas, a apresentação tem músicas como 'Além do Horizonte', 'Como É Grande O Meu Amor Por Você' e 'Jesus Cristo', além de canções especiais como 'Detalhes', cantada em quatro idiomas, e 'Jerusalém Toda de Ouro', interpretada em hebraico junto com um coral de 30 brasileiros que vivem em Israel. O filme ainda possui cenas da viagem de Roberto Carlos à Terra Santa, incluindo passagens por locais históricos como a Basílica do Santo Sepulcro, o Jardim das Oliveiras, o Muro das Lamentações e o Monastério de São Jorge.

Já a pré-estreia da semana, neste domingo (15) às 10h30, é a comédia francesa ‘Um Amante Francês’. No longa, após 25 anos morando com Denise, Alex é dispensado de surpresa e fica sem lugar para morar. Obrigado a se mudar para a casa da irmã e do sobrinho, ele decide trabalhar com algo que o dê muito dinheiro e felicidade: ser um gigolô a procura de uma rica herdeira.

Outra novidade dos Cinemas Teresina é o lançamento nacional de ‘Entre Facas e Segredos’. No suspense, após comemorar 85 anos de idade, o famoso escritor de histórias policiais Harlan Thrombey (Christopher Plummer) é encontrado morto dentro de sua propriedade. Logo, o detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é contratado para investigar o caso e descobre que, entre os funcionários misteriosos e a família conflituosa de Harlan, todos podem ser considerados suspeitos do crime.

Além das novidades, continuam em cartaz o clássico ‘Matrix’, em comemoração aos 20 anos de lançamento, ‘A Vida Invisível’, ‘Crime sem Saída’, ‘Synonymes’, ‘Os Parças 2’, ‘A Família Addams’, ‘Malévola - Dona do Mal’, ‘Uma Segunda Chance para Amar’, ‘Carcereiros - O Filme’, ‘Dois Papas’ e ‘As Panteras’.


Fonte: 180grausredacao@gmail.com
Comentar
Sessão no Teresina Shopping · 19/11/2019 - 14h54

Filme piauiense "A Irmandade" fica em cartaz no cinema até amanhã, 20


Compartilhar Tweet 1



O longa-metragem “Irmandade”, documentário piauiense dirigido por Juscelino Ribeiro e produzido por Alexandre Mello, da Framme Produções, que estreou na última quinta-feira (14), fica em cartaz no cinema até amanhã (20) na sessão das 14h, no Teresina Shopping. E na quinta-feira (21) estreia em São Luís, Maranhão, com exibição no Cine Lume em duas sessões, às 14h e às 19h10.

O documentário de longa-metragem conta a história de três jovens que usam a música para superar os problemas da violência nas comunidades carentes onde vivem. Dois são filhos de policial militar e a pressão se intensifica quando eles passam a denunciar situações de abuso e violência por parte de alguns policiais militares específicos que atuam na região do Promorar. O filme mostra o triste relato da violência entre gangues, na visão dos jovens, de pais e parentes de jovens que sofreram com toda essa situação e na visão da Polícia. E as ações que cada um tomou diante dos conflitos territoriais para mudar essa realidade.

“Ficamos muito felizes em termos uma produção local, piauiense, no cinema. É uma vitória, e mais gratificante ainda em ter visto as pessoas abraçando o nosso projeto e prestigiando o filme nas telonas, consumindo a arte local. Cumprimos a nossa missão, passamos a nossa mensagem. O filme segue em cartaz até amanhã, quarta-feira, no cinema aqui em Teresina, e já na quinta faremos a estreia em São Luís, no Maranhão, o que nos deixa também muito felizes por nossa arte romper fronteiras e chegar também em outros estados”, explica Alexandre Mello, roteirista e produtor executivo do filme.

“A Irmandade” tem duração de 75 minutos e não é recomendado para menores de 12 anos, classificação indicativa do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial. O filme tem produção feita pela Framme, com coprodução da Globo Filmes e da Globo News e distribuído para cinema pela Lume Filmes.

“O filme demonstra o poder que o jovem de periferia tem ao se expressar através da arte e que isso faz a diferença e que a união da comunidade em torno da paz, também faz”, destaca Juscelino Ribeiro, diretor do longa-metragem, acrescentando que “A Irmandade” além da exibição nos cinemas, já possui também veiculação confirmada nos canais Globosat em 2020.


Fonte: AsCom
Comentar