Candidato a deputado federal · 25/05/2022 - 09h56

Queiroz celebra chacina no RJ: “Menos 22 votos da esquerda”


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução/ Redes Sociais

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, comemorou as 22 mortes na chacina ocorrida nesta terça-feira (25/05) na Vila Cruzeiro, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Para Queiroz, as mortes causadas por policiais, significam “menos 22 votos da esquerda”. As informações são do colunista Guilherme Amado.

Ex-policial militar, Queiroz é candidato a deputado federal pelo PTB e planeja se eleger com o mesmo discurso violento que elegeu Jair Bolsonaro em 2018.

A operação, que já se configura como a terceira mais letal da história do Rio, visava, segundo a Polícia Militar, prender mais de 50 traficantes que saíram em comboio da Rocinha para a Vila Cruzeiro.

O grupo de policiais à paisana, contudo, foi descoberto às 4h da manhã e os tiros começaram. O confronto só terminou oito horas depois, ao meio-dia. Todas as escolas da região ficaram sem aulas.

Sem apresentar provas, a PM afirmou que “ao menos 13 dos 22 mortos” eram envolvidos com o tráfico ou tinham antecedentes criminais — o que, por óbvio, não justifica as mortes. A corporação disse também que a ação estava “planejada há meses”.

 

PostMídia (99) 8175-5041

Comentários