Prazo de 24 horas · 05/08/2022 - 18h20 | Última atualização em 05/08/2022 - 19h50

Ministra determina remoção de vídeos de Lula pedindo votos para Rafael no Piauí, diz O Globo


Compartilhar Tweet 1



Uma matéria publicada pelo jornal O Globo nesta sexta-feira (05/08), revelou que a ministra Maria Cláudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu determinar a remoção de vídeos do candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pedindo votos durante um evento político em Teresina, no Piauí.

Lula em Teresina ao lado de Rafael, W .Dias e Themístocles
Lula em Teresina ao lado de Rafael, W .Dias e Themístocles    Ascom

A ministra deu um prazo de 24 horas para que Facebook, Instagram e YouTube cumpram a determinação judicial e retirem os vídeos do ar. A decisão atende a pedido do PDT, que acionou o TSE por conta de um evento de Lula, intitulado “Vamos juntos pelo Brasil e pelo Piauí”. Para o partido do candidato Ciro Gomes, a postura de Lula naquele ato configurou propaganda eleitoral antecipada.

O evento que entrou na mira do TSE contou com a participação de Lula e dos candidatos do partido ao governo do Piauí, Rafael Fonteles (PT), e ao Senado Federal, Wellington Dias (PT).

"Eu queria pedir para vocês, cada mulher ou cada homem do Piauí que têm disposição de votar em mim, que têm disposição de votar no Wellington, eu queria pedir pra vocês que no dia 02 de outubro vote em mim, vote no Wellington, mas primeiro vote no Rafael, porque ele vai cuidar do povo do Piauí", discursou Lula.

Lula em Teresina
Lula em Teresina    Ascom

O petista disse que Rafael " minha esperança e a esperança do Wellington, para que a gente possa fazer do Piauí um estado cada vez melhor".

"Pelo atual modelo legal, o pré-candidato pode muito, mas não pode pedir voto explicitamente, situação que, ao que parece, é aquela objeto desta representação, a autorizar o deferimento do pedido de medida liminar formulado pelo autor", observou a ministra em sua decisão.

Na decisão, a ministra permite à campanha de Lula republicar vídeos do evento em Teresina, desde que seja excluído o trecho em que pediu explicitamente votos aos eleitores.

Confira a matéria completa aqui.

Comentários