Habilidoso no debate político -

Kajuru elogia atuação de Haddad na Câmara dos Deputados

No seu discurso nesta segunda-feira (27/05), o senador Jorge Kajuru (PSB-GO) elogiou a presença do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O parlamentar destacou que Haddad demonstrou ser não apenas competente na formulação e execução da política econômica, mas também habilidoso no debate político. As informações são da Agência Senado.

Foto: Jefferson Rudy/Agência SenadoJefferson Rudy/Agência Senado

— O ministro da Fazenda lamentou que setores da oposição tentem fazer um debate político rebaixado com recortes de falas em redes sociais em busca de apoiadores, o que se corroborou quando um deputado sob investigação no inquérito das fake news acusou o governo de maquiar dados. [...] Na resposta, o ministro Haddad fez questão de dizer que não queria polarizar, mas restabelecer uma verdade histórica. Vamos ao que ele declarou: “Só teve dois presidentes que deram calote: Fernando Collor e Jair Bolsonaro”.  

Kajuru destacou que o governo federal pagou, no final de 2023, mais de R$ 93 bilhões em precatórios acumulados da gestão do então presidente Jair Bolsonaro. O senador também lembrou a necessidade de compensação aos estados pelas perdas de arrecadação com a redução do ICMS sobre combustíveis.

— Muita gente já esqueceu que, em 2022, o Executivo federal decidiu não pagar as transferências devidas com a renúncia do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] sobre combustíveis, energia elétrica e telecomunicações. A compensação do calote começou em 2023 e vai até 2025, período em que o governo Lula 3 repassará R$ 27 bilhões da União aos estados e ao Distrito Federal pela perda de receita provocada por uma decisão tomada em ano eleitoral, que Haddad qualificou de “caridade feita com chapéu alheio”.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco