Estratégia em desenvolvimento -

Governo quer PL não bolsonarista à frente da CCJ da Câmara

O Palácio do Planalto está desenvolvendo uma estratégia com o objetivo de minimizar possíveis prejuízos na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara em 2024. Nesse ano, a comissão mais relevante da Casa será liderada por um membro do PL, o partido de Jair Bolsonaro. As informações são do Metrópoles.

Foto: Vinicius Loures/Câmara dos DeputadosGoverno quer PL não bolsonarista à frente da CCJ da Câmara
Governo quer PL não bolsonarista à frente da CCJ da Câmara

A articulação política de Lula tentará que um deputado do PL que não seja bolsonarista assuma a função, não só uma convivência mais fácil no colegiado, mas também para que não haja sabotagens ou atrasos propositais em pautas em tramitação.

Pelo acordo firmado entre PL e PT, quando ambos apoiaram a eleição de Arthur Lira para presidente da Câmara, os dois partidos se revezariam na presidência da CCJ.

O deputado Rui Falcão, do PT de São Paulo, preside atualmente a comissão.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco