Atuação nas unidades Leste e Sul -

Dr Pessoa empossa dez novos conselheiros tutelares

A Prefeitura Municipal de Teresina deu posse a 10 novos conselheiros tutelares que vão atuar nas duas novas unidades de conselhos tutelares que serão implementadas nas Zonas Leste e Sul, e que tem previsão para serem inauguradas em janeiro de 2023. 

O evento de posse aconteceu nesta terça-feira (29/11), no Palácio da Música e contou com a apresentação da Orquestra Sanfônica de Teresina.

Os Conselhos Tutelares Municipais têm a missão de representar a sociedade na proteção dos direitos dos jovens, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que reconhece a criança como um sujeito de direitos protegido pela lei. 

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, destaca o compromisso de sua gestão com a população de Teresina e o respeito com a garantia de direitos da criança e do adolescente. 

"O nosso objetivo é sempre dar a melhor assistência para o povo de Teresina. A posse de novos conselheiros e a criação de novos conselhos vão dar ainda mais assistência às nossas crianças e adolescentes. Essas ações, que ajudam aos mais necessitados, são prioridades na gestão", disse Dr. Pessoa.

O secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, ressalta o olhar diferenciado para as causas sociais e o cumprimento de mais uma promessa de campanha de Dr. Pessoa.

"Cuidar de pessoas é uma marca do nosso prefeito, que está sempre atento às causas que impactam diretamente na sociedade. Hoje foi cumprida mais uma promessa de campanha que vai oportunizar a assistência necessária que nossas crianças e adolescentes merecem", pontuou.

Carlos Alberto Rodrigues foi empossado como conselheiro tutelar. Ele aponta o avanço dos conselhos na capital e afirma que está pronto para exercer a sua função.

"É um avanço muito grande. Com a criação de mais dois conselhos, iremos a sete, nos aproximando bastante do que determina o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Estou preparado e com muita vontade de trabalhar por amor a causa do estatuto da criança e do adolescente", afirmou.

Comentários