Dilma vai ao Maranhão · 16/10/2012 - 09h51

Dilma vai ao Maranhão oficializar conclusão da Hidrelétrica de Estreito

Dilma vai ao Maranhão oficializar conclusão da Hidrelétrica de Estreito


Compartilhar Tweet 1



A presidente Dilma Rousseff vai ao Maranhão, quarta-feira (17) para acionar a oitava turbina da Usina Hidrelétrica de Estreito, oficializando a conclusão deste que é o maior empreendimento em energia elétrica do estado. Participam também da solenidade a governadora Roseana Sarney e o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, além de outras autoridades e lideranças empresariais e políticas.

A UHE Estreito, no rio Tocantins, na divisa entre Maranhão e Tocantins, tem potência de 1.087 MW. O investimento no auge da sua construção gerou aproximadamente 11 mil empregos diretos e 16 mil indiretos durante a fase de implementação, totalizando 27 mil postos de trabalho. O consórcio é dividido entre Alcoa (25,49%), Tractebel Energia (40,07%), Vale (30%) e Camargo Corrêa Energia (4,44%).

O empreendimento seguiu um cronograma dividido em três etapas. A fase zero compreendeu a instalação do canteiro de obras com alojamentos para os trabalhadores, refeitório, área de lazer e escritórios. A fase 1 englobou os serviços de escavações e movimento de terras para a construção das ensecadeiradas e do vertedouro, que possibilitaram o início da concretagem, que consistiu na construção da barragem e da usina propriamente ditas. A Fase 2, em curso, compreende entre outros, a montagem eletromecânica e o comissionamento das turbinas e de todas as instalações definitivas da usina.

Energia

Em abril do ano passado começou a geração comercial de energia da primeira turbina. Também ocorreram os serviços de aquisição de propriedades, remanejamento da população e realocação da infraestrutura na área do futuro reservatório, que contemplaram a construção e alteamento de pontes, realocação de linhas de transmissão, construção de estradas e atracadouros, entre outras demandas, além dos serviços voltados às diversas variáveis ambientais.

O processo do enchimento foi iniciado em 1° de dezembro, após a emissão da Licença de Operação da UHE Estreito, concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em 24 de novembro de 2010. E em abril de 2011, a usina começou a operar a primeira das oito turbinas geradoras de energia. A UHE Estreito deve estar em plena produção de energia setembro de 2012.

A energia produzida pela UHE Estreito será incorporada aos sistemas Norte/Nordeste e Norte/Sul/Sudeste de transmissão de energia, e poderá ser distribuída para todo o território nacional, para consumidores industriais e residenciais, inclusive para os moradores da região onde será construída a usina.


Fonte: http://surgiu.com.br/