Há algumas pistas -

Pedagoga de Campo Maior entregue para a adoção sonha encontrar mãe biológica

A história de Patrícia Maria Saraiva da Silva, uma formanda em pedagogia de 34 anos da comunidade São Lucas em Campo Maior, é marcada por um desejo profundo de encontrar sua mãe biológica. Patrícia nasceu em 11 de setembro de 1989 na Maternidade Sigefredo Pacheco em Campo Maior e foi entregue para adoção pouco após o nascimento.

As únicas pistas que possui são uma roupinha de bebê com as iniciais M.S.P. da Maternidade Sigefredo Pacheco e as sugestões de possíveis localidades onde sua mãe biológica poderia ser de Barro Vermelho em Sigefredo Pacheco, Assunção do Piauí, ou Castelo do Piauí.

Patrícia foi criada com amor por José Ferreira e Maria da Conceição, a quem é muito grata, mas sente que conhecer sua família biológica pode ajudá-la a fechar essa parte importante de sua vida.

Se alguém tiver qualquer informação que possa ajudar, pode entrar em contato pelos números 86 99414-6440 (William, marido), 86 99493-8038 (Patrícia).

Fonte: Diário dos Carnaubais

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco