Determinada volta ao trabalho · 26/11/2021 - 06h10 | Última atualização em 26/11/2021 - 06h55

TJ-PI considera ilegal a greve de servidores da saúde em cidade do litoral do Piauí


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução Costa Norte

Uma decisão do desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), Raimundo Eufrásio Alves Filho, considerou ilegal a greve dos profissionais de enfermagem e odontologia do município de Parnaíba. Com isso, os servidores devem voltar imediatamente ao trabalho. As informações são do Portal Costa Norte.

O magistrado também determinou multa que varia de R$ 10.000 até R$ 100.000 por dia de paralisação caso a decisão não seja cumprida. Ainda de acordo com o desembargador, o perigo da demora na paralisação dos servidores pode gerar um prejuízo irreparável pelo fato da saúde ser um direito básico garantido a todo cidadão.

O advogado George Pessoa, procurador da Secretaria Municipal de Saúde, explica que o despacho foi recebido na manhã desta quinta-feira (25/11) e que o passo agora é notificar o sindicato para que os servidores retornem aos seus postos de trabalho o mais rápido possível. Deste modo, a população de Parnaíba deve voltar a dispor do serviço de enfermagem e odontologia nas unidades do município.

Em caso de descumprimento da decisão, além da multa direcionada ao sindicato, os servidores também serão penalizados com o corte do ponto nos dias ausentes. A Prefeitura Municipal de Parnaíba alega que ainda assim seguirá tratando com as categorias a respeito das reivindicações, desde que os profissionais retornem ao trabalho conforme a decisão judicial.

Comentários