Número grande de movimentações · 18/05/2022 - 08h45

Mutirões aceleram produtividade nos Juizados Especiais


Compartilhar Tweet 1



Com o objetivo de descongestionar a taxa processual e cumprir as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Supervisão dos Juizados Especiais tem realizado neste primeiro semestre mutirões nestas unidades.

O trabalho é coordenado pelo desembargador Hilo de Almeida, supervisor geral dos Juizados Cíveis e Criminais e da Fazenda Pública, e conta com o empenho de servidores dos referidos Juizados, além de outros convocados de outras Comarcas.

“Depois que assumimos a supervisão dos Juizados, duas unidades já passaram por mutirões. São elas, a unidade do Juizado Especial Zona Leste 1 e seus dois anexos e a unidade do Juizado Especial do Redonda e seus anexos. Os mutirões possibilitam um número grande de movimentações processuais em curto espaço de tempo, o que auxilia no aumento da produtividade geral do judiciário piauiense”, detalha o desembargador Hilo de Almeida.

Ainda de acordo com o supervisor geral dos Juizados Cíveis e Criminais e da Fazenda Pública, o grande benefício dos mutirões é auxiliar as unidades que, por algum motivo, deixaram de atingir as metas do CNJ e/ou estão com as taxas de congestionamento muito elevadas, a melhorarem seu fluxo processual: “Às vezes, há um congestionamento, seja por aumento da demanda, seja por questões operacionais. Os mutirões diminuem esse congestionamento, regularizando o fluxo e promovendo celeridade na tramitação. Podemos também realizar mutirões em unidades em que não haja congestionamento, apenas com o objetivo de acelerar ainda mais a tramitação dos processos. Esse estudo é feito constantemente pela Supervisão e serve como base para o agendamento dos mutirões”, explica o desembargador.

A tabela abaixo mostra a produtividade dos profissionais envolvidos nos mutirões das unidades do Juizado Especial Zona Leste 1 (e seus dois anexos) e do Juizado Especial do Redonda (e seus anexos).


Fonte: TJ-PI

Comentários