Perante 2º Tribunal do Júri -

Julgamento do acusado de matar sua ex-esposa com 19 facadas teve início em Teresina

Nesta terça-feira (6/02), Ezequiel Rodrigues enfrenta o julgamento perante o 2º Tribunal do Júri em Teresina, acusado do homicídio de Valdirene Torquato da Silva, sua empregada doméstica, vítima de 19 facadas. O trágico evento teve lugar em 25 de janeiro de 2022, quando Valdirene foi brutalmente atacada enquanto se dirigia ao trabalho no bairro Ilhotas, na região Centro/Sul de Teresina. Testemunhas capturaram em vídeo o momento em que Ezequiel abordou Valdirene e desferiu os golpes fatais.

Foto: ReproduçãoReprodução
Reprodução

No mesmo dia do crime, Ezequiel Rodrigues foi detido sob acusação de feminicídio. Hoje pela manhã, familiares e amigos de Valdirene se reuniram em frente ao Fórum Civil Criminal para exigir justiça e a máxima punição para Ezequiel Rodrigues. A assistente de acusação da família da vítima, Samila Borges, busca uma sentença de 30 anos para o réu, fundamentada nas circunstâncias agravantes do crime: motivo fútil, uso de meio cruel e feminicídio.

Segundo as investigações policiais, Ezequiel Rodrigues estava em posse de uma bicicleta vermelha, que ele estacionou em uma calçada antes de cruzar a rua e perpetrar o ataque fatal com uma faca. Após o ato hediondo, ele empreendeu fuga a pé. Imagens registradas mostram o momento em que ele fugiu brandindo a faca, mas foi interceptado e detido pela polícia minutos mais tarde. Familiares relataram que o acusado não aceitava o término do relacionamento e teria cometido o crime motivado por essa razão.

O julgamento ocorre após duas audiências de instrução, nas quais o réu e as testemunhas foram ouvidos. Durante o julgamento, a delegada Samila Borges compartilhou que o filho de Valdirene e Ezequiel, de 9 anos, está sob tratamento psicológico devido ao trauma causado pelo trágico evento.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco