Comprou apartamento com o dinheiro -

Homem que recebeu Pix de R$ 318 mil da Globo é condenado pela Justiça

O advogado Marcos Antônio Rodrigues dos Santos, que em 27 de dezembro do ano passado recebeu R$ 318 mil por engano da TV Globo e comprou um apartamento no Rio de Janeiro, foi condenado pela 3ª Vara Cível do Rio de Janeiro. As informações são do Metrópoles.

De acordo com o processo, divulgado pelo site Notícias da TV, o juiz Luiz Felipe Negrão decidiu que Marcos deve devolver o valor à emissora, além de pagar multa de R$ 70 mil por “apropriação indevida do valor”.

A Globo, por sua vez, indica que entrou em contato com o advogado em 30 de dezembro, com intenção de reaver o dinheiro. Marcos teria avisado que não possuía mais o montante, pois comprou o apartamento no Rio de Janeiro. Ele, então, alegou que venderia o imóvel para devolver o dinheiro e, depois disso, parou de responder às mensagens da emissora.

“O réu está obrigado a devolver os R$ 318.600,40 com atualização monetária desde a data da transferência efetuada pelo autor e juros legais da mora de 1%, contados de 10/01/2022, data em que o autor o notificou a devolver a quantia”, determina o juiz Luiz Felipe Negrão no processo, de acordo com o site.

Relembre o caso

A Globo se viu em uma situação bem complicada e inusitada por conta do erro de um funcionário. A emissora errou os dados ao fazer um Pix e depositou R$ 318 mil na conta de um homem. Ao notar que o dinheiro estava em sua conta, ele correu para comprar um imóvel, causando um mal-estar na emissora, que precisou entrar na Justiça para tentar reaver o valor.

Todo o problema aconteceu ainda no final de 2021, em 27 de dezembro. Após celebrar um acordo trabalhista, e mediante uma decisão judicial, o depósito foi feito naquele dia. Entretanto, o setor responsável pelo pagamento alegou que um lapso fez com que um funcionário da emissora errasse os dados e mandasse o montante para Marcos Antônio Rodrigues dos Santos, que nada tinha a ver com a história.

Ao ver todo o valor em sua conta, ele imaginou haver recebido alguma promoção, achou que era seu por direito e ficou com a cifra. Logo após a virada do ano, então, Marcos deu entrada em sua casa própria.

Poucos dias depois, a Globo entrou em contato com o homem para solicitar a devolução do dinheiro. Entretanto, como já havia investido para seu crescimento pessoal, ele informou que essa opção não era possível. E foi aí que a emissora deu entrada na Justiça para reverter o caso.

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 9800-9535

Comentários