Detidos durante uma operação -

Filhos do ex-deputado Fernando Monteiro são soltos em Teresina; MP não apresenta denúncia

O juiz Valdemir Ferreira Santos, da Central de Inquéritos de Teresina, ordenou a libertação de Fernando Alberto de Brito Monteiro Filho e Lauro Alberto Cavalcante Monteiro, filhos do ex-deputado Fernando Monteiro, que foram detidos durante uma operação do Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) contra o tráfico de drogas em abril deste ano. A decisão foi emitida em 5 de junho.

Foto: ReproduçãoReprodução
Reprodução

Além deles, também foram soltos Brenda Damasceno Resende Correia, Hiagor Tomas Rocha, Tarciano Damasceno Ferreira, Cleiton Mikael Dias Sousa e José Afonso de Moura dos Santos.

Na decisão, o juiz destacou que a promotora do Ministério Público do Estado do Piauí, Micheline Ramalho Serejo, manifestou não ter mais interesse na prisão dos acusados devido à falta de provas que os vinculassem aos crimes, tornando desnecessária a prisão temporária inicialmente decretada.

Portanto, o juiz revogou a prisão do grupo "por ausência de elementos suficientes de autoria que justifiquem a medida extrema".

Em contraste, o Ministério Público apresentou denúncia contra o DJ Francisco Kaio Agostinho, suspeito de liderar o tráfico de drogas sintéticas em Teresina. Além dele, Marcelo Diego de Andrade e Felipe Alves Aguiar do Nascimento permanecem detidos preventivamente.

Operação

Na manhã de sexta-feira (26/04), o Departamento Estadual de Repressão ao Narcótico (DENARC) deflagrou a Operação 17, visando desmantelar uma rede de tráfico de drogas sintéticas na zona leste de Teresina. Entre os alvos detidos estão dois filhos do ex-deputado Fernando Monteiro, identificados como Fernando Filho e Lauro Alberto Cavalcante Monteiro.

Lauro Monteiro foi preso no Condomínio Terra dos Pássaros, situado no bairro Morro, zona leste de Teresina. O delegado Samuel Silveira, diretor do DENARC, destacou que esta é a primeira operação do departamento no ano, com o objetivo de combater o comércio dessas substâncias ilícitas, especialmente na zona leste da capital, onde há um público com alto poder aquisitivo consumidor desses entorpecentes.

Indiciamento

A Polícia Civil do Piauí indiciou, no dia 16 de maio, dois filhos do ex-deputado Fernando Monteiro, uma médica e outras sete pessoas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Todos foram alvos da Operação 17, deflagrada pelo Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) no dia 26 de abril deste ano. Fernando Alberto de Brito Monteiro Filho foi indiciado pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, enquanto Lauro Alberto Cavalcante Monteiro foi indiciado por fraude processual e por ato infracional de tráfico de drogas, cometido quando ainda era menor de idade.

Foto: DIVULGAÇÃO
Prisão do DJ
Na segunda-feira (29/04), a Polícia Civil do Piauí prendeu o DJ Francisco Kaio Agostinho como parte da Operação de Número 17, conduzida pelo Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Denarc). Junto com ele, foram detidos os dois filhos do ex-deputado estadual Fernando Monteiro, todos envolvidos em uma quadrilha dedicada à produção e venda de drogas sintéticas no Piauí e Ceará.
Foto: Reprodução

Segundo o coordenador do Denarc, Samuel Silveira, o DJ Francisco Kaio Agostinho (FKA) era o principal elo da operação, responsável pelo transporte, compra e venda das substâncias ilícitas, coordenando toda a logística de comercialização. Fernando Filho e Lauro Alberto Cavalcante Monteiro foram presos na sexta-feira (26/04) por tráfico de drogas, sendo filhos de Fernando Monteiro.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco