Teria ferido Lei Orgânica · 21/01/2017 - 14h14 | Última atualização em 21/01/2017 - 18h50

Eleição da Câmara de Várzea Grande é anulada por juiz após supostas irregularidades

Eleição da Câmara de Várzea Grande é anulada por juiz após supostas irregularidades


Compartilhar Tweet 1



O juiz de direito da comarca de Várzea Grande, Alexandre Alberto Teodoro da Silva, concedeu liminar em que anulou a eleição realizada pela Câmara Municipal de Várzea Grande, ocorrida no dia 01 de janeiro deste ano.

No pedido, o advogado Genésio Pereira de Sousa Júnior, que representava os vereadores de oposição, alegou que a referida eleição tinha sido realizada ferindo a Lei Orgânica do município e Regimento Interno da Câmara Municipal, o que a viciava por inteiro.

Na mesma decisão liminar o juiz determinou que o presidente eleito, Pedro Ribeiro Neto, transferisse imediatamente a presidência à vereadora Luzinete Pereira de Vasconcelos Sousa e se abstivesse de praticar qualquer ato na condição de presidente, na forma do regimento.


Fonte: Com informações da Assessoria