Projeto de lei -

Comissão aprova projeto que assegura acessibilidade a pessoas com nanismo em hospitais e clínicas

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que garante às pessoas com nanismo acesso adequado às suas condições físicas em hospitais, clínicas e postos de saúde, sejam eles públicos ou privados (PL 2136/22). O texto aprovado modifica a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência e foi proposto pelo deputado Joceval Rodrigues (Cidadania-BA). As informações são da Câmara dos Deputados.

Foto: Vinicius Loures/Câmara dos DeputadosVinicius Loures/Câmara dos Deputados

Segundo a Lei Brasileira de Inclusão, a acessibilidade consiste no alcance para utilização, com segurança e autonomia, de espaços, mobiliários, edificações, transportes, informação e comunicação, inclusive seus sistemas e tecnologias, bem como de outros serviços e instalações abertos ao público, de uso público ou privado, tanto na zona urbana como na rural.

Pela proposta, esses estabelecimentos de saúde deverão garantir essas condições às pessoas com nanismo, conforme regulamento a ser elaborado pelo Executivo.

O nanismo figura no rol das deficiências físicas, conforme o Decreto 3.298/99 e, portanto, tem seus direitos de acessibilidade garantidos. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos também disponibiliza instruções nesse sentido.

O relator, deputado Dr. Zacharias Calil (União-GO), apresentou parecer favorável ao texto.

“Seria muito oportuno que os serviços de saúde adotassem estratégias para aumentar a acessibilidade das pessoas com nanismo às unidades de saúde, com equipamentos adaptados e mobiliário adequado para um atendimento com conforto, segurança e que preserve o bem-estar dos pacientes”, afirma Calil.

Próximos Passos
A proposta será ainda analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei. 

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco