As opções são bem vastas. · 09/01/2019 - 11h04

Séries de sexo na Netflix para esquentar suas maratonas


Compartilhar Tweet 1



O sistema de streaming tem um extenso catálogo de séries de sexo. Apesar da Netflix não dispor exatamente de um conteúdo adulto, as séries que listaremos aqui têm um conteúdo sexual quase explícito – e, muitas vezes, bem explícito, seremos sinceros – mas, ao mesmo tempo, uma qualidade de roteiro e direção bem interessante! Ficou curioso para saber quais são elas? As informações são do ManualdoHomemModerno.

SPARTACUS

Spartacus precisa estar no início da lista! Um escravo de guerra e líder de uma revolução lida com diversos desafios e, mesmo sendo condenado a morrer na arena, ele vence seus oponentes e escapa dessa situação. Sua esposa e filhos são colocados à venda e ele se vê sozinho. Além de muito sangue, não falta nudez nesta grande e já clássica produção. Traições, corrupção e muita interação sexual (no melhor estilo Game of Thrones) fazem parte desta série que retrata muito bem a Roma Antiga.

SECRET DIARY OF A CALL GIRL

A série britânica conta a história de Belle, interpretada por Billie Piper, uma estudante de literatura que não consegue abandonar a profissão de garota de programa. Para os amigos e seus familiares, ela é uma secretária de uma empresa de advocacia, mas, para os clientes, pode ser quem eles quiserem. Além de ter de lidar com seus conflitos pessoais, Hannah (ou Belle) se divide entre a trabalhadora responsável e a satisfação de seus clientes.

SENSE 8

Como já falamos anteriormente, nem todas as séries listadas aqui são somente de sexo, porém, cenas explícitas de sexo fazem parte de todas elas: e, nessa prova, Sense 8 gabarita e tira a nota máxima. O drama gira em torno de oito personagens que se descobrem conectados mentalmente. Todos têm visões sobre o assassinato de uma mulher chamada Angelica, através desta porta mental, eles se apropriam de habilidades e poderes uns dos outros. Como a ideia da série é despertar a empatia e promover a conexão entre os personagens, é claro que o sexo faz parte do pacote.

THE CLIENT LIST

A série de Suzanne Martin conta a história de Riley Parks, interpretada por Jennifer Love Hewitt. Riley vive feliz com o marido Kyle e seus dois filhos, Travis e Katie. Porém, depois de ficar desempregado, Kyle abandona a família com dívidas. Riley vai trabalhar em um spa para sustentar os filhos, mas acaba descobrindo que pode ganhar muito mais dinheiro com uma certa lista “especial” de clientes. No Brasil, ela é exibida pelo canal Sony e também, é claro, está na Netflix.

CALIFORNICATION

Por último, esta “série de sexo na Netflix” conta a história de Hank Moody, vivido por David Duchovny. Ele é um escritor americano bem-sucedido que, depois de se mudar para Los Angeles, tenta recuperar o relacionamento com a ex-mulher enquanto vive uma vida altamente desregrada. Álcool, mulheres e baladas fazem parte de sua rotina. Em paralelo, ele vive uma das maiores crises criativas de sua carreira. Uma excelente série com, é claro, muita nudez.

HOT GIRLS WANTED: TURNED ON

Esta série de sexo na Netflix é literalmente uma série de sexo. O documentário aborta a lucrativa indústria do pornô amador e as sedutoras portas que se abrem para mulheres sem grandes perspectivas. A série foi inspirada no documentário homônimo de 2015 – do qual já falamos aqui – e é bem crítica e esclarecedora.

THE AFFAIR

Contada sob os pontos de vista dos personagens principais, The Affair aponta os efeitos emocionais e psicológicos de uma relação extra-conjugal entre Noah, um professor e escritor com um casamento feliz e quatro filhos, e Alison, uma jovem garçonete marcada pelo fim de seu casamento e pelo morte de seu único filho. Dentro deste cenário, a série explora as relações sexuais entre os personagens de uma maneira bem, digamos, visual e com cenas de sexo bem marcantes.

THE TUDORS

Mais uma já clássica série de sexo na Netflix – com outro pano de fundo. A série de época retrata o bagunçado reinado do Rei Henrique VIII da Inglaterra. Ela narra sexo, ambição e traição e em uma pegada – que depois foi bem abordada em Game of Thrones – ela mostra como tudo isso estava conectado. A história narra os dez primeiros anos de reinado do monarca – pouco interessado nos assuntos de Estado e mais dedicado ao sexo – e sua relação com seus súditos e companheiras, Catarina de Aragão e Ana Bolena (Natalie Dormer, de Game of Thrones, aliás, como você nunca viu).


Comentários