Mais largo, mas libido · 05/02/2019 - 17h04 | Última atualização em 05/02/2019 - 17h16

Forma e tamanho do seu rosto revelam o seu comportamento sexual


Compartilhar Tweet 1



Você sabia que existe um tipo de rosto que predispõe a um maior desejo sexual e a ser mais aberto a uma infidelidade? As informações a seguir são do Irresistível.

Há um interesse crescente na comunidade científica pelo estudo da morfologia facial. Agora, um estudo desenvolvido por especialistas da Universidade de Nipissing, em Ontário (Canadá), e coletado pelos Arquivos de Comportamento Sexual, concluiu que o tamanho e a forma do rosto podem prever o desejo sexual e a probabilidade de trair o parceiro.

Os especialistas apresentaram suas descobertas em dois estudos separados. No primeiro, examinaram 145 estudantes universitários de descendência caucasiana (48% eram homens) que mantinham um relacionamento heterossexual no momento do estudo.

Eles preencheram vários questionários sobre o seu comportamento e desejo sexual e tiraram fotografias dos seus rostos. Também foram medidas as proporções do rosto de cada um para obter o índice fWHR (high facial width-to-height ratio, que traduzido do inglês para o português significa proporção entre a longitude e amplitude facial).

Como se mede o índice fWHR?

A largura é medida pela parte mais larga do rosto, enquanto que o comprimento da face é medido a partir do topo das sobrancelhas até o lábio superior.

O segundo estudo foi semelhante ao anterior, mas com uma amostra maior: 314 participantes, a fim de analisar se eles poderiam replicar os achados em uma amostra mais ampla, agregando a essas misturas perguntas sobre a sua orientação sexual, as possibilidades de se considerar infiéis com seus parceiros ou parceiras e a orientação sociossexual (inclinação pessoal para o sexo casual).

Ambos os estudos chegaram à mesma conclusão: homens e mulheres com maior índice de fWHR (ou seja, com um rosto mais largo, mais quadrado e mais curto) tinham maior libido ou desejo sexual do que as pessoas com rostos menores e mais estreitos.

Além disso, eles também estavam mais abertos ao sexo casual e podiam ser considerados infiéis com seus respectivos parceiros, embora este último apenas tenha sido associado aos resultados em homens – ou seja, homens com rostos amplos e quadrados podem ser mais propensos à infidelidade e sentir-se mais à vontade com a ideia de manter o desejo casual.

“Juntos, esses resultados sugerem que as características faciais poderiam transmitir informações importantes sobre as motivações sexuais humanas”, disse Steven Arnocky, líder da pesquisa.

De acordo com os autores, esta é a primeira vez que a pesquisa vincula a fWHR humana ao desejo e psicologia sexual.

Embora o estudo seja puramente observacional e não possa explicar a casualidade, os pesquisadores apontam para a testosterona como fator possivelmente responsável pelos resultados.

Limitações do estudo

A amostra dos participantes era bastante limitada; foram escolhidos estudantes universitários sob o pressuposto de que o interesse sexual é maior no início da idade adulta, mas essa suposição é discutível.

Em segundo lugar, a maneira como a infidelidade era medida, foi, de acordo com os autores, bastante restrita. Apenas dois valores do questionário abordaram esta questão.

Finalmente, os pesquisadores sugerem que uma pesquisa futura deve explicar outros fatores que podem influenciar no comportamento sexual, como as crenças conservadoras sobre sexo ou passividade sexual.

Porém, de acordo com a pesquisa realizada em Ontário, o tamanho e formato do seu rosto revelam o seu comportamento sexual.


Comentários