Melhor idade · 05/01/2019 - 12h22

11 Grandes Mitos Sobre Perder a Virgindade


Compartilhar Tweet 1



Perder a virgindade ainda é um assunto considerado tabu. Muitas meninas se perguntam será que sangra e doi na primeira vez? Existe alguma maneira de evitar isso? Posso sentir prazer na primeira vez? Qual a melhor idade para perder a virgindade? Posso perder a virgindade me masturbando ou sendo masturbada? Posso perder a virgindade apenas com carícias mais quentes trocadas com o parceiro? As informações são do Irresistível.

Enfim, essas são algumas das perguntas que costumam rondar a mente das garotas quando entram na pré-adolescência. Uma pesquisa revelou que, por mais que os garotos entrem em contato primeiro com o universo sexual, através da masturbação e pornografia, as garotas perdem primeiro a virgindade.

Sabe-se que a maioria das meninas irá perder a virgindade com 13, 14 anos, já os garotos podem perder apenas com 15 ou 16. Veja quais são os maiores mitos sobre o tema e tranquilize-se, ou não!

1. Existe uma melhor idade para perder a virgindade

Mentira. Não existe uma “melhor idade”, o que existe é uma idade mais adequada. Perder a virgindade muito cedo pode não ser bem visto pela sociedade conservadora, mesmo porque a garota, quando tem a primeira relação sexual muito precoce, pode não ter amadurecido ainda fisicamente e psicologicamente e isso pode atrapalhar seu crescimento e julgamento.

A verdade é que antes dos 14 anos não é indicado perder a virgindade, pois o sistema reprodutivo não foi completamente formado.

Após isso, pode ser qualquer idade, até mesmo na vida adulta. A melhor idade é quando a jovem se sentir pronta para isso, sem ser pressionada pelas amigas ou ceder por insistência de um namorado, o que é bastante comum nessa fase. Ela deve se respeitar e apenas aceitar quando realmente estiver afim e preparada para isso, para poder se entregar de forma séria e comprometida. Se o parceiro não souber esperar, provavelmente ele não é a melhor companhia para ela.

2. Homem não perde a virgindade

Mito também. O homem não possui o hímen – membrana existente na entrada do canal vaginal – e, por isso, muitas pessoas podem dizer que o homem nunca perde a virgindade, mas todas as pessoas, em algum momento da vida, irão perdê-la.

A palavra virgindade não significa necessariamente um fato anatômico, como no caso das mulheres em que é simbólico o rompimento do hímen. Mas há uma visão emocional atrelada à primeira vez. Tanto o homem quanto a mulher, quando realizam a penetração pela primeira vez, não podem ser considerados mais virgens, o mesmo para o sexo anal.

3. A mulher só perde virgindade com penetração

Mentira. Assim como o pênis é um órgão proeminente e que quando inserido na vagina pode causar o rompimento do hímen, qualquer outro objeto ou brinquedo erótico, se inserido no interior da vagina, também pode causar esse rompimento. Isso se aplica à masturbação com objetos, pois no caso dos dedos é mais difícil que isso ocorra, seja a garota se masturbando ou o parceiro dela a masturbando. Neste caso, é quase impossível que isso ocorra.

4. A mulher sempre sangra

Esse é um pensamento bem arcaico, uma vez que anteriormente acreditava-se que todas as mulheres sangravam ao perder a virgindade e, por isso, quando elas se casavam na antiguidade ainda virgens, os homens após a primeira noite ostentavam os lençois brancos manchados de sangue na janela para mostrar que ela realmente era virgem e que a partir de então era sua fiel e pura esposa e que ele era um homem honrado.

Porém, isso causou muita confusão, pois as mulheres virgens que não sangravam eram vistas com repúdio pela sociedade e consideradas mentirosas injustamente. Ainda bem que esse tempo ficou para trás. Na verdade, pode ou não ocorrer sangramento, seja antes, durante ou após a relação sexual e a intensidade do sangue também pode variar, mas nada que se compare a uma menstruação.

5. Sempre irá doer na primeira relação feminina

Pode ser que gere um desconforto sim, uma vez que uma membrana está sendo rompida, mas isso não é regra. Existem mulheres que, mais confortáveis com o parceiro, menos ansiosas e relaxadas com a situação podem nem sentir dor, geralmente por estarem bastante lubrificadas. Isso depende da relação entre o casal que está se relacionando e da tranquilidade que o parceiro souber transmitir.

6. O homem nunca sente dor

Calma meninas, boas notícias, os homens também podem sentir dor na primeira vez, apesar de ser uma minoria. Alguns homens podem ter o freio bálano prepucial – membrana conhecida como cabresto – rompido. Essa pele liga a glande ao prepúcio (tecido que recobre o pênis) e, dependendo da intensidade da penetração e se o freio do homem é curto pode se romper e até sangrar, causando certa dor.

7. É impossível sentir prazer na primeira vez

Mito. Esse pensamento é bastante desesperador, pensar que apenas sentirá dor ao perder a virgindade. Isso pode fazer com que muitas garotas adiem ao máximo esse momento pelo medo da dor, mas, como já mencionado, pode ser que algumas nem sintam dor.

É possível sim sentir prazer, mesmo aquelas que sentirão um desconforto inicial. Depois de passado o desconforto da primeira penetração, a garota pode sentir prazer com isso e até querer um segundo round horas depois, sendo bem mais tranquilo. Ficar bem relaxada ajuda a sentir mais prazer, além de caprichar nas preliminares.

8. Não dá pra engravidar na primeira vez

Muitas pessoas afirmam isso talvez para dispensar o uso de camisinha na primeira vez. No entanto, a primeira vez é igual a todas as outras quando falamos de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, não existe outra medida para evitar doenças ou gravidez indesejada. Para a gravidez, a garota pode em conjunto com a camisinha consumir o anticoncepcional, fortalecendo a prevenção no caso de um possível rompimento da camisinha.

9. Masturbar faz mal antes de perder a virgindade

Isso é uma falácia. A masturbação nunca faz mal, a não ser que seja uma prática constante e exagerada. Mas, se for feita com equilíbrio pode ser uma ótima técnica de autoconhecimento do corpo. Com esses exercícios, as pessoas ficam mais seguras, confiantes e conhecedoras dos pontos que mais lhe dão prazer.

Isso pode inclusive auxiliar a garota para que ela fique mais relaxada na primeira noite. Esse é um momento íntimo que deve ser respeitado. Existe a possibilidade do rompimento do hímen como já mencionado, no caso das garotas utilizarem objetos ou vibradores na parte interna da vagina.

10. Quem faz só sexo oral é virgem

Depende. Se for pensar em um ponto de vista anatômico, sim, pois não houve penetração e nenhum rompimento de membrana, porém, do ponto de vista de que a garota perdeu a inocência, ingenuidade, não, pois o sexo oral é um momento de intimidade completa.

11. O corpo da garota muda após a primeira vez

Não. O corpo da menina não irá mudar por perder a virgindade, o que ocorre é que, geralmente, a garota quando perde a virgindade está com os hormônios à flor da pele e em frase de crescimento e desenvolvimento, portanto é normal o corpo sofrer alterações com ou sem atividade sexual.


Comentários