Possíveis fraudes eleitorais -

Vídeo: em reunião, Bolsonaro pede que ministros ajam antes da eleição

A Polícia Federal realizou uma operação com base em vídeos reveladores de uma reunião ocorrida em 5 de julho de 2022, entre o ex-presidente Jair Bolsonaro, ministros e assessores, nesta quinta-feira (08/02). O conteúdo das gravações, divulgadas inicialmente pela colunista Bela Megale, do jornal O Globo, serviu como peça-chave para a investigação. Com informações do Metrópoles.

Foto: Reprodução

No vídeo, Bolsonaro é visto pressionando seu círculo íntimo a agir antes das eleições de 2022 para se manter no poder. Ele expressa crença em possíveis fraudes eleitorais que favoreceriam a esquerda e instiga medidas preventivas para evitar o que descreve como um possível "caos" após as eleições. O ex-presidente também critica ministros do Supremo Tribunal Federal, sugerindo que estariam preparando o terreno para uma vitória do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva.

A operação da Polícia Federal, denominada Operação Tempus Veritatis, visava desmantelar uma suposta organização criminosa envolvida em uma tentativa de "golpe de Estado" para manter Bolsonaro no poder após sua derrota nas eleições de 2022. Documentos relacionados a Bolsonaro foram apreendidos durante a ação.

Assista o vídeo aqui!

Segundo informações da PF, na versão completa do vídeo, Bolsonaro discute alternativas em caso de vitória de Lula, como questionar o acordo entre o Tribunal Superior Eleitoral e outras mídias. Ele também teria instigado os ministros a adotarem uma postura ativa de ataque à Justiça Eleitoral, com o objetivo de manter viva entre seus apoiadores a narrativa de fraude eleitoral.

O ex-presidente teria feito acusações falsas contra Lula durante a reunião, sugerindo seu envolvimento com o narcotráfico e com a execução de Celso Daniel. A PF destaca que o vídeo encontrado em um computador na residência do ex-chefe da ajudância de ordem de Bolsonaro contém elementos que reforçam as suspeitas de conspiração para minar a integridade do processo eleitoral.

A operação da Polícia Federal é mais um capítulo na complexa trama política brasileira, que tem como pano de fundo as acusações de fraude eleitoral e a polarização entre diferentes espectros políticos. O desdobramento dessas investigações certamente terá impacto significativo no cenário político do país nos próximos meses.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco