Maior nível de expansão -

Piauí pode chegar a produzir 601,33 MW com novas usinas previstas para 2023

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) prevê para este ano, com a expansão da matriz de geração, a produção de 10,3 gigawatts (GW) de capacidade instalada. É o maior nível de expansão da capacidade desde o início do acompanhamento pela ANEEL, que prevê a entrada em operação comercial de 298 projetos em 2023. Desse total, 19 estão previstos para o Piauí.

Foto: Reprodução

No Estado, conforme informações do boletim de Acompanhamento de Implantação das Centrais Geradoras de Energia Elétrica da ANEEL, estão previstas a liberação de 2 usinas de energia solar com capacidade de 58,43 MG.

Na energia eólica, estão em andamento com previsão para início da operação neste ano a implantação de 16 usinas com capacidade de 534,40 MW. Na modalidade biomassa (fonte de energia renovável derivada do bagaço de cana e madeira, principalmente), está em andamento a implantação de uma usina com capacidade de produção de 8,50 MW.

Para o estado, com todas as modalidades previstas instaladas, num total de 19 usinas, o Piauí pode chegar a produzir 601,33 MW. O processo de implantação das usinas, conforme dados da ANEEL, estão em andamento.

O Brasil encerrou 2022 com uma expansão de 8.243,26 MW – a segunda maior registrada pela ANEEL desde sua fundação, atrás apenas dos 9.528 MW alcançados em 2016. Até 31 de dezembro, o país somou 189.126,6 MW de potência fiscalizada.

PostMídia: (86) 9 9999-5841

Fonte: Governo do Piauí

Comentários