Agência de viagens -

Justiça inclui Maxmilhas em recuperação judicial da 123 Milhas

A Justiça de Minas Gerais aceitou o pedido da Maxmilhas e incluiu a empresa no processo de recuperação judicial da 123 Milhas. As duas agências de viagens fazem parte do mesmo grupo empresarial.

Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil123 milhas
123 milhas

Com a medida, determinada pela juíza Cláudia Helena Batista, da 1ª Vara Empresarial da Comarca de Belo Horizonte, ficam suspensas todas as ações e execuções contra a Maxmilhas e a Lance Hotéis, adquirida pela empresa, por 180 dias.

A Maxmilhas havia pedido para ser incluída no processo de recuperação judicial da 123 Milhas em setembro. A empresa argumentou que foi afetada pela “crise de credibilidade da 123 Milhas”.

Em 18 de agosto, a 123 Milhas suspendeu a emissão de passagens e pacotes de viagens de sua linha promocional, entre os meses de setembro e dezembro. Com isso, a Maxmilhas alegou que sofreu uma venda “abrupta” das vendas, com queda de 70% do faturamento com passagens aéreas e de 90% da receita de hospedagens em 30 dias.

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco