Quase perfeitamente -

Fenômeno Raro: Três furacões alinhados são fotografados por satélite da NASA

Durante a temporada de furacões no Oceano Atlântico, um evento notável foi capturado por um satélite da NASA: a imagem de três furacões alinhados quase perfeitamente entre o noroeste da África e o Golfo do México. Esta cena incomum foi registrada em 2017 pelo satélite meteorológico Suomi NPP, co-administrado pela NASA e pela NOAA dos Estados Unidos. Com informações de Olhar digital.

Os furacões Katia, Irma e Jose foram vistos formando uma linha impressionante, cada um seguindo em uma trajetória distinta. Pouco depois da captura da imagem, o furacão Katia atingiu o território mexicano, seguido pelo impacto do furacão Irma na Flórida menos de 24 horas depois. Enquanto isso, o furacão Jose se dissipou ao longo da costa da Nova Inglaterra em setembro daquele ano.

Foto: Reprodução/Imagem: NASA Earth Observatory/Suomi NPP.

Este alinhamento raro é atribuído ao aquecimento dos oceanos, um fator que contribui para a intensificação e o aumento da frequência de eventos climáticos extremos como furacões. O furacão Irma, o mais devastador dos três, atingiu a categoria 5 e causou danos significativos com ventos máximos de 210 km/h e ondas de até 2,5 metros.

Com a temporada de furacões atual já em curso, os cientistas alertam para a possibilidade de até 25 tempestades se formarem no Atlântico. O furacão Beryl, por exemplo, formou-se mais cedo do que o usual como um furacão de categoria 5, causando estragos no Caribe e destacando a importância contínua da preparação e da monitorização desses eventos climáticos extremos.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco