Sede em Teresina · 18/02/2021 - 10h02 | Última atualização em 18/02/2021 - 10h03

Equatorial oferece mais emprego no Piauí com novo Call Center


Compartilhar Tweet 1



O mercado de trabalho tem sofrido impacto direto com a pandemia da Covid-19 desde o início de 2020. De acordo com o IBGE, mais de 1,3 milhão de brasileiros entraram na fila em busca de uma oportunidade de trabalho nos últimos meses. No Piauí, a taxa de desocupação chegou a 12,8%. Na contramão do contexto de crise, um investimento do Grupo Equatorial Energia vem amenizar esse cenário no estado com a criação de 100 novos empregos diretos.

Teresina será sede de mais uma Central de Atendimento da Equatorial Energia, a terceira do Grupo. O processo de seleção dos atendentes aconteceu no final de 2020 e o novos colaboradores da empresa estão em fase de treinamento. A nova Central de Atendimento deve ser inaugurada no final de março desse ano e teve investimento de R$ 2,5 milhões. Com essa ampliação, clientes dos quatro estados onde a Equatorial Energia atua como distribuidora serão beneficiados: Piauí, Maranhão, Alagoas e Pará.

Central de Atendimento da Equatorial Energia
Central de Atendimento da Equatorial Energia    Divulgação / Equatorial Piauí

Trabalhar na Central de Atendimento da Equatorial Energia será o primeiro emprego de Helany Rosa, jovem de 18 anos. “Estamos vivendo um momento difícil. Essa crise econômica e de saúde não está fácil para ninguém e na minha casa não é diferente. O emprego representa a oportunidade de ajudar meus pais e não mais ficar olhando a situação que passamos sem poder contribuir de nenhuma forma. Vejo ainda como uma oportunidade ter minha independência financeira”, declara a atendente.

A previsão é que mais de 2 milhões de atendimentos sejam realizados em 2021 somente por esta nova Central. “Inicialmente foram ofertadas 100 oportunidades de empregos. Este número pode ser ampliando ainda no segundo semestre do ano. Além da geração de emprego e renda e do fortalecimento da economia local, a chegada dessa Central de Atendimento também vai impactar diretamente na qualidade do atendimento aos nossos clientes”, afirma Maurício Velloso, presidente da Equatorial Piauí.

Em média, a nova Centra de Atendimento de Teresina terá capacidade para receber 30% dos atendimentos previstos em 2021 nas quatros Distribuidoras do Grupo. Este é apenas um dos investimentos previstos para o estado neste ano. Mesmo ainda com cenário de pandemia, a Equatorial Energia segue com seu calendário de inaugurações e outras ações de melhorias na distribuição de energia elétrica no Piauí, como a chegada da Subestação Ininga e da Linha 69kV Parnaíba II / Camurupim, ambas previstas para este primeiro semestre.


Fonte: Equatorial Piauí

Comentários