Suposta tentativa de golpe -

Defesa de assessores de Bolsonaro pede ao STF acesso imediato a provas

As defesas de Tércio Arnaud Thomaz e Marcelo Câmara solicitaram ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes o acesso imediato das provas documentadas nos processos, que investigam suposta tentativa de golpe de Estado promovida durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). As informações são do Metrópoles.

Foto: ReproduçãoReprodução
Reprodução

“Em razão da urgência do tema, esta defesa protesta desde já, pela juntada posterior do competente instrumento de mandato se comprometendo a fazê-la com a brevidade necessária”, diz pedido dos advogados de Câmara.

Tércio Arnaud Thomaz é ex-assessor de Bolsonaro e considerado um dos pilares do chamado “gabinete do ódio”. Já o coronel Marcelo Câmara foi citado nas investigações dos presentes oficiais vendidos e a das supostas fraudes nos cartões de vacina do clã Bolsonaro.

Operação da PF

Deflagrada na manhã desta quinta-feira (8/2), a Operação Tempus Veritatis, da Polícia Federal (PF), cumpriu 33 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão contra bolsonaristas suspeitos de integrar uma organização criminosa que visava manter Bolsonaro no poder.

Essa megaoperação da PF tem como alvos:

o ex-presidente Jair Bolsonaro

o presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto

o ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) general Augusto Heleno

o ex-ministro Braga Netto (Defesa e Casa Civil)

o ex-ministro Anderson Torres (Justiça)

ao menos 16 militares.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco