Decreto 17.429/2017 · 17/05/2022 - 09h36

Cânion do Rio Poti será gerido por Conselho Gestor da Unidade de Conservação (UC)


Compartilhar Tweet 1



Representantes de entidades da sociedade civil, órgãos governamentais e das comunidades inseridas na área do Parque Estadual do Cânion do Rio Poti se reuniram para discutir a formação do Conselho Gestor da Unidade de Conservação (UC). A Oficina de Mobilização foi realizada, na última sexta-feira, na comunidade Conceição dos Marreiros, em Buriti dos Montes, sob condução da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) e do ICMBio.  Durante o encontro foram tirados indicativos da composição do Conselho e seu funcionamento.

    Ascom

“Terminamos a oficina com todos os detalhes de quem são os atores que podem participar. Numa próxima data devem ser apresentadas as propostas para discutirmos o que é mais relevante” declarou Cláudio Silva, diretor da Fundação Velho Monge.

Criado por meio do Decreto Estadual n° 17.429/2017, o Parque Estadual do Cânion do Rio Poti fica localizado no município de Buriti dos Montes e preserva fragmentos de caatinga, com inúmeras espécies da flora nordestina, sendo, também, habitat de diversas espécies da fauna.

A UC protege um dos principais trechos do Cânion do Rio Poti (Canalão), abrigando uma feição geomorfológica de extrema beleza caracterizada por grandes desfiladeiros, onde a diferença entre o fundo da calha fluvial e o topo do planalto é bastante expressiva. A área abriga ainda sítios de gravuras rupestres consideradas de grande relevância antropológica.

Também foi pauta da reunião o Plano de Manejo do Parque, que está em fase de conclusão, com entrega prevista para o segundo semestre. O documento deve trazer um descritivo dos recursos naturais, turísticos e sociais da UC e orientar a correta exploração.

“O parque está se adequando à legislação. Assim que finalizado o plano de manejo e o conselho gestor for viabilizado, a unidade tem todo o potencial para se tornar um grande atrativo turístico para o Nordeste e para o Brasil” acrescentou Cláudio Silva.

O Conselho Gestor do Parque Estadual do Cânion do Rio Poti terá metade das vagas destinadas a órgãos públicos e a outra metade composta por entidades da sociedade civil. Participaram também da reunião, representantes das Prefeituras de Buriti dos Montes, Juazeiro do Piauí, Castelo do Piauí e Sigefredo Pacheco; Fundação Velho Monge; Instituto das Águas e Esgotos do Piauí; ICMBIO; Crea/PI; Secretaria de Estado do Planejamento (Território dos Carnaubais); Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Buriti dos Montes; Associação Caatinga; dentre outros.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Governo do Piauí

Comentários