'Siga em frente, caminhoneiro' · 30/03/2020 - 06h22

Voluntários distribuem café a caminhoneiros na BR-343; campanha da PRF


Compartilhar Tweet 1



Um grupo de voluntários de Campo Maior abraçou a campanha “Siga em frente, caminhoneiro” da Polícia Rodoviária Federal, e distribuiu café da manhã aos caminhoneiros que passaram pelo BR-343. Com informações do Campo Maior em Foco. 

A campanha da PRF destinou pontos de apoio nas BRs-343 e 316 para distribuição de alimentos e material de higiene para caminhoneiros, evitando assim que os motoristas se aglomerem nas rodovias em busca de alimentos e outras necessidades.

DEL01/PI: BR 343 - Km 333; TERESINA/PI
DEL01/PI: BR 316 - Km 11; TERESINA/PI
DEL01/PI: BR 343 - Km 273; CAMPO MAIOR/PI
DEL02/PI: BR 343 - Km 189; PIRIPIRI/PI
DEL03/PI: BR 230 - Km 305; FLORIANO/PI
DEL03/PI: BR 135 - Km 353; BOM JESUS/PI
DEL04/PI: BR 316 - Km 292; PICOS/PI
DEL04/PI: BR 316 - Km 207; VALENÇA DO PIAUÍ/PI
DEL04/PI: BR 316 - Km 380; ALEGRETE DO PIAUÍ/PI
DEL05/PI: BR 343 - Km 33; PARNAIBA/PI

“Hoje saímos de casa por uma boa causa, mais o recado é: Fique em casa. Além dos Enfermeiros, Médicos, Técnicos, Farmacêuticos, Zeladores e Garis, não devemos esquecer dos amigos caminhoneiros que levam e trazem os nossos alimentos, nossos medicamentos, nossos materiais de limpeza. Aqueles que não podem parar, que estão longe da família e a mercê de uma doença ainda sem controle. Muitos relataram a dificuldade de achar restaurantes e lanchonetes abertos” escreveu a jovem Kelly Alves, uma das voluntárias.

A parada escolhida pelo grupo foi na entrada da cidade, pra quem vem de Teresina a Fortaleza, no Bairro São Luís.

O objetivo da campanha é garantir a alimentação e condições mínimas de higiene e saúde daqueles que são os responsáveis pelo abastecimento da população em todo o Brasil, já que há poucos estabelecimentos em funcionamento ao longo das estradas por conta do período de quarentena para evitar a disseminação do Coronavírus.

Qualquer pessoa pode ajudar. A PRF recomenda que, para evitar aglomeração e agilizar a distribuição, a entrega deve ser feita como um drive thru: um voluntário irá até a janela do veículo sem que condutor precise descer do caminhão. Dessa maneira, busca-se evitar o contato e garantir a proteção do contágio e disseminação do novo coronavírus.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Polícia Militar (PM) foi acionada nesta sexta-feira (27/03), no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna/BA, para conter uma mulher com aparentes sintomas da Covid-19 que desobedeceu orientação de isolamento. A mulher de 30 anos está gestante e havia se deslocado da cidade de Pau Brasil para a unidade de saúde em Itabuna. As informações são do portal Bahia Notícias.

De acordo com relato do site Políticos do Sul da Bahia, após ser reforçada da a necessidade de permanecer em isolamento, a mulher insistiu em circular nas imediações sem uso de máscara e apresentando tosse. Para conter a paciente, os policiais militares utilizaram algemas. 

A paciente foi conduzida para o Hospital de Base de Itabuna/BA. 

 

Comentar
Viralizou nas redes sociais · 29/03/2020 - 12h07

Cemitério defende isolamento social: “Não queremos você aqui”


Compartilhar Tweet 1



Seguindo as orientações das organizações de saúde, que endossam a necessidade do isolamento social para combater a disseminação do novo coronavírus, o cemitério Parque Bosque da Paz, localizado em Nova Brasília, Salvador, divulgou uma campanha que vem chamando a atenção nas redes sociais. As informações são do portal Bahia Notícias.

Outdoors com a seguinte mensagem “Fique em casa! Não queremos você aqui” foram espalhados pela capital baiana. 

Até essa sexta-feira (27/03), quando a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou o último boletim, a Bahia tinha 123 casos confirmados do novo coronavírus e nenhum óbito havia sido registrado.

    FOTO: Reprodução / Leitor do Bahia Notícias

 


Fonte: Portal Bahia Notícias
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Um gato foi infectado pelo novo coronavírus por meio de seu dono na Bélgica, informaram as autoridades sanitárias do país na última sexta-feira (27/03). De acordo com os especialistas, trata-se de um “caso isolado” que só pode acontecer depois de um contato muito próximo entre o animal e o dono infectado. As informações são do portal Metrópoles

Ao informar a população, as autoridades de saúde do país insistiram que o vírus pode ser transmitido do homem para o animal, mas, de acordo com estudos científicos realizados em locais que já foram mais afetados pela epidemia, não há razão para acreditar que os animais domésticos possam ser vetores do Sars-CoV2.

De acordo com eles, até mesmo os casos de contaminação de animais domésticos pelo novo coronavírus são raros. Em Hong Kong, as autoridades informaram nas últimas semanas sobre dois cachorros que testaram positivo para o novo vírus durante uma campanha de detecção feita com 17 cachorros e oito gatos que vivem em contato com portadores do vírus.

O gato belga que apresentou o novo coronavírus sofreu de sintomas semelhantes aos relatados por boa parte dos pacientes com Covid-19 problemas respiratórios e digestivos.


Fonte: Metrópoles
Comentar
Pertence ao grupo de risco · 28/03/2020 - 11h38

Filho se veste de soldado para pai ficar em casa e vídeo viraliza


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Um vídeo compartilhado no Facebook na última quinta-feira (26/03) viralizou nas redes sociais. Nas imagens, um rapaz com roupas no estilo militar, usando uma máscara, óculos escuros e boné, se disfarçou de soldado do Exército por uma boa razão: manter o pai idoso dentro de casa durante a quarentena para prevenir o contágio do novo coronavírus. As informações são do Metrópoles.

Com um caderno em mãos, o jovem inicia a abordagem perguntando o nome do senhor e se ele é aposentado. Em seguida, o informa sobre a recomendação das autoridades de manter-se em isolamento social. O idoso não aparenta reconhecer o filho e é possível escutar risadas de outras pessoas na residência.

“A ordem do Exército é para ninguém sair mais, está ouvindo?”, fala o rapaz fingindo ser soldado. “Eu não saio não”, responde o pai dele, parecendo estar um pouco confuso. “A ordem é para os velhos ficarem em casa”, repete o filho do idoso.

Por fim, o rapaz afirma que o pai poderá perder a aposentadoria caso saia de casa. “Eu sei, já me disseram”, diz o pai. O filho então manda-o para cama dormir, ainda interpretando o papel de militar. Em pouco tempo, as imagens foram replicadas em diversas páginas do Facebook, grupos de WhatsApp e perfis no Twitter e no Instagram. Uma das publicações chegou a receber mais de 220 mil visualizações.

Veja o vídeo:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A médica mineira Júlia Rocha, 36, completou na manhã desta sexta (27) o seu quinto plantão de 12 horas em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Belo Horizonte (MG). Ela diz que toda a equipe está no limite. "Num plantão normal, a gente já não almoça. Mas agora está num ritmo absurdo tão grande que a gente está deixando de tomar água para não precisar parar e ir ao banheiro."

Sua maior angústia é pensar na possibilidade de muita gente jovem e idosa morrer de Covid-19 por causa da sobrecarga e da falta de recursos dos serviços de saúde. "Não vai ter respirador, não vai ter oxigênio, não vai ter medicação. E não vai ter corpo clínico ou de enfermagem para atender todo mundo. O número de médicos, de enfermeiros, está longe de ser o ideal para o que nos avizinha."
Ao mesmo tempo, tem se assustado com o número de jovens que têm chegado com quadros de insuficiência respiratória.

"São pacientes jovens que tiveram que manter a rotina de trabalho mesmo com sintomas clássicos da Covid-19. Há também pessoas com comorbidades [outras doenças associadas] que chegam instáveis dos seus processos de doença antigos", diz a médica de família.

Em São Paulo, a médica Jéssica Leão, 29, que atende em uma UBS e em um hospital municipal, conta que tanto os profissionais de saúde quanto pacientes estão à flor da pele.

"O clima está o mais tenso possível, de pânico mesmo. As pessoas estão discutindo, estão brigando. Quase todo dia tem guarda municipal ou polícia na UBS. Nesta semana, atendi seis pessoas com transtorno de ansiedade muito importante. Estamos vivendo também uma pandemia de saúde mental."

Segundo ela, muitos profissionais de saúde estão com medo de se contaminar e levar coronavírus para casa. Leão também se queixa da falta equipamentos de proteção individual (EPIs).

"Todos os meus colegas daqui e de outras regiões do país estão sofrendo com falta de máscaras, óculos, luvas, capotes descartáveis. A gente se expõe muito por conta disso. Eu mesmo estou usando máscaras que o meu marido arrumou para mim de outro hospital em que ele trabalha."

O médico Luis Vilela, 35, trabalha numa UBS em Apucarana e numa UPA de Londrina, ambas no Paraná. Nos dois serviços ele tem atendido pessoas com síndrome respiratória e vivido situações de muito estresse.

"Os funcionários estão com muito medo. Teve um dia que uma técnica de enfermagem me disse: 'Tem que pegar a veia mesmo? Não dá para dar dipirona via oral?'. Eu disse que não, o paciente estava muito desidratado'. Ela me olhou torto. As pessoas estão com receio do toque, do cuidar."

A preocupação de contágio não é só com a falta dos equipamentos. Júlia Rocha conta que após atender um paciente suspeito é preciso desinfetar todo o consultório.

"Estetoscópio, aparelho de pressão, termômetro, a maca em que o paciente sentou, o teclado e o mouse que a gente pegou, a impressora, enfim, tudo. Teoricamente, teria que ficar um tempo sem atender naquele local, mas não há consultório suficiente."

Os locais previstos para isolamento dos pacientes suspeitos também já não são mais suficientes. "O meu medo é que a gente não dê mais conta. Isso não está longe de acontecer, especialmente agora com essa mensagem para as pessoas voltarem às suas rotinas. A gente vai ter que negar atendimento para poder atender os casos mais graves."

O atendimento seria negado nos casos que não são considerados urgente mas que causam grande sofrimento ao paciente, como uma cólica renal.

"Se não tem critério de gravidade, mesmo que o paciente esteja urrando de dor na nossa frente, vamos ter que negar atendimento porque estaremos com outro paciente grave precisando de um respirador. Isso me angustia muito. Do começo da semana para cá, eu sou uma outra pessoa, mas estou encarando tudo isso como uma missão de vida."

Júlia Rocha diz que, se fosse pensar só nela e em seus familiares, já teria desistido. "Minha vontade é de esperar 14 dias e reencontrar a minha família. Mas eu sei que eu não posso fazer isso. Faz uma semana que eu não vejo a minha filha e o meu marido, que estão na casa da minha mãe. Não quero fazer drama. Esse é um processo que precisa ser vivido."

Luis Vilela também se sente triste com a mudança da rotina. "Minha mulher, meu dois filhos pequenos, o cachorro, o gato, todos vinham me receber na porta quando eu chegava do trabalho. Agora eu tenho que afastá-los. Tiro a roupa logo que chego, vou direto para o banheiro. Só depois me permito dar um beijinho na cabeça das crianças e afagar os meus bichinhos. E vou vivendo a vida", diz ele, com a voz embargada.

INICIATIVAS DÃO SUPORTE EMOCIONAL
Há várias iniciativas em curso para dar suporte emocional a distância aos profissionais de funcionários da saúde durante a pandemia de coronavírus. Crises de ansiedade, ataques de pânico, luto e síndrome de burnout são os diagnósticos mais frequentes, segundo a psicóloga Christiane Valle, coordenadora de telepsicologia na empresa Conexa.

Valle diz que a maior aflição de todos é saber que, ao atender os pacientes, estão colocando suas vidas e as de seus familiares em risco.

"A maior parte das empresas colocou seus funcionários em home office, mas para os profissionais de saúde essa possibilidade não existe. Eles estão à frente da batalha, atendendo os pacientes nos hospitais, coletando exames domiciliares, cuidando de casos graves e correndo riscos."

A psicóloga afirma que, ao ver um paciente grave, muitos desses profissionais temem que o mesmo aconteça com algum familiar no futuro. "Isso assusta muito. Além disso, alguns profissionais de saúde, por medo de contágio, pediram afastamento por meio de atestado. A carga de trabalho aumentou ainda mais."

Técnicas de meditação mindfulness e relaxamento para conseguir aliviar sintomas podem ajudar nessas horas. "A proposta é conseguir chegar no que está por trás de tudo isso que é o medo da morte", diz ela.

Médicos de família e comunidade lançaram uma série chamada Atrás da Máscara dentro do blog Causos Clínicos com relatos de profissionais que estão na linha de frente da pandemia de Covid-19.

Uma outra iniciativa é o SOS Apoio Emocional São Paulo, uma linha aberta e gratuita de ajuda psicológica não só para os profissionais de saúde, mas para qualquer pessoa que se se sentir em risco e precisa de suporte emocional neste momento. O telefone é o (11) 98863-0550. O horário é das 9h à meia noite.

A Sociedade Brasileira de Balint também está oferecendo grupos de suporte emocional gratuitos a profissionais de saúde durante a pandemia. "A ideia é tentar amenizar a situação e enxergar outras formas de lidar com isso tudo", diz Jéssica leão, secretária da entidade.

Michael Balint foi um psicanalista húngaro, que criou grupos terapêuticos voltados a profissionais de saúde discussões sobre a relação médico-paciente e experiências na prática clínica.

Comentar
Total de 9.134 mortos · 28/03/2020 - 10h26

Espanha tem 832 mortes em apenas 1 dia pelo novo coronavírus


Compartilhar Tweet 1



O Ministério da Saúde da Espanha registrou nas últimas 24 horas 832 mortes pelo novo coronavírus. Na sexta-feira (27), o número de casos subiu de 64.059 para 72.248.

Segundo informações das autoridades locais, esse foi o maior número de mortes em razão do Covid-19 em um único dia no pais.

A Espanha é o segundo país mais afetado da Europa entre mortos e infectados, ficando atrás da Itália, que registrou na sexta-feira 919 óbitos. O maior número diário desde que a pandemia atingiu o país, no começo deste ano, que já soma 9.134 mortos.

Para piorar o problema na Itália, o instituto de saúde italiano havia afirmado que a transmissão do coronavírus não chegou ainda ao pico, e que as medidas de restrição devem ser prorrogadas.

Comentar
Apostas encerram às 19h · 28/03/2020 - 10h17

Mega-Sena sorteará hoje prêmio de R$ 2,5 milhões


Compartilhar Tweet 1



O sorteio da Mega-Sena, Concurso 2.247, será realizado neste sábado (28/03). Quem acertar as seis dezenas receberá R$ 2,5 milhões. 

As informações são do site da Caixa Econômica Federal. O valor da aposta mínima é de R$ 4,50. As apostas serão encerradas às 19h. O resultado sairá depois das 20h.  

A Caixa informa que continua a realizar normalmente os sorteios da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, entre outros. Apenas os sorteios da Loteria Federal e da Loteca foram suspensos, devido a “restrições adotadas em todo o país por conta da pandemia do novo coronavírus”. Outra alteração foi na data do sorteio da Dupla de Páscoa que passou do dia 11 para o dia 25 de abril.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Firmino Filho declarou hoje (27/03) que vai iniciar, na segunda-feira, dia 30, o calendário de pagamento dos servidores públicos municipais referente ao mês de março.

De acordo com o gestor municipal, a Prefeitura de Teresina, apesar do impacto causado pelo coronavírus, está trabalhando para garantir o cumprimento da folha de pagamento. “Estamos minimizando todos os gastos para priorizar o pagamento de pessoal. Até o momento estão garantidas as folhas de pagamento de março e abril”, destacou.

Firmino Filho frisou ainda que a cidade de Teresina não está imune à crise e que medidas precisam ser tomadas com responsabilidade por todos os gestores para minimizar possíveis danos na economia. “Dependemos de ações efetivas e apropriadas do Governo Federal, que elas possuam intensidade necessária para fazer a economia girar. Só assim teremos um mínimo de normalidade econômica no país”, acrescentou.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Ouviu 2,4 mil pessoas · 27/03/2020 - 08h54

Pesquisa revela: Seis em 10 brasileiros estão em home office


Compartilhar Tweet 1



A pesquisa foi realizado entre segunda (23/03) e terça-feira (24/03), ouviu 2,4 mil pessoas, a margem de erro é de 1,9 ponto percentual para mais ou para menos.  Revela pesquisa da empresa de monitoramento de mercado Hibou, em parceria com a plataforma de dados Indico. As informações são de Metrópoles.

Coordenadora do levantamento, a fundadora da Hibou, Lígia Mello, explica que o grupo de trabalhadores que mais aderiram ao regime de teletrabalho foram os autônomos informais e microempreendedores.

Por outro lado, os profissionais que estão com maior dificuldade são os funcionários públicos. Isso porque nem todos os órgãos governamentais liberaram os servidores para trabalhar em casa.

Mais trabalho?
Home office, contudo, não significa menos trabalho. De acordo com o levantamento, um em cada quatro (25,2%) afirmou estar trabalhando mais em casa do que na empresa.

 

Comentar
Verificar a eficácia · 27/03/2020 - 08h19 | Última atualização em 27/03/2020 - 09h45

Pesquisadores anunciam testes da vacina contra tuberculose em infectados


Compartilhar Tweet 1



Pesquisadores do Instituto Murdoch, na Austrália, anunciou que vai testar em profissionais de saúde afetados pelo covid-19 uma vacina utilizada para tratar a tuberculose. O objetivo é verificar a eficácia na redução dos sintomas da doença. As informações são de RTP.

“Embora originalmente tenha sido desenvolvido para tratar a tuberculose e de ainda ser administrado a mais de 130 milhões de bebês anualmente, o BCG (Bacilo de Calmette-Guérin) também aumenta o consumo de substâncias imunológicas básicas do corpo”, explicou um dos pesquisadores do Instituto Murdoch, em Melbourne, citado pela agência France-Presse.

O ensaio clínico vai envolver cerca de 4 mil profissionais de saúde nos hospitais australianos para verificar a capacidade da vacina na redução dos sintomas do covid-19.

O coordenador da equipe de estudos, Nigel Curtis, disse que se o BCG atuar como previsto, haverá “uma redução na frequência e gravidade dos sintomas” de covid-19, nos profissionais de saúde que estão infectados.

Testes em larga escala também serão realizados em outros países, como os Países Baixos, a Alemanha ou o Reino Unido.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Temporais com ventos fortes · 25/03/2020 - 14h09

Vem mais chuva! Inmet renova alerta para grandes acumulados no Piauí


Compartilhar Tweet 1



O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou, nesta quarta-feira (25/03), alerta para praticamente todos os municípios piauienses, diante da possibilidade de chuvas intensas, com acumulados que podem chegar aos 100 mm/dia.

O alerta, válido até 11h desta quinta (26), inclui parte dos estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Nestas regiões indicadas pelo mapa, a chuva pode vir acompanhada de rajadas de vento de até 100 km/h.

Para evitar acidentes, a recomendação é não se abrigar debaixo de árvores, nem estacionar veículos próximos a torres de transmissão ou placas de propaganda.

Em caso de urgência, acione o Corpo de Bombeiros pelo 193 ou a Defesa Civil pelo 199.

Comentar
Série produzida pela TV MEC · 24/03/2020 - 10h28

Vídeo: veja dicas de como aproveitar o tempo com as crianças


Compartilhar Tweet 1



Quer saber como aproveitar o período de maior afastamento social para aumentar o vínculo com seus filhos e ainda aprender a trabalhar aspectos importantes para alfabetização deles? O Ministério da Educação (MEC) preparou uma série de 10 vídeos com dicas de literacia familiar e alfabetização para ajudar as famílias. A série é baseada no material dos programas Conta pra Mim e Tempo de Aprender.

As técnicas que serão apresentadas podem ser utilizadas por pais e responsáveis e contribuem para a aprendizagem das crianças que estão longe da sala de aula. Foram selecionadas práticas simples e instrutivas para que todos possam utilizar. O propósito é manter os pequenos envolvidos com a aprendizagem para que não percam o ritmo na volta às aulas.

Confira o vídeo de apresentação da série da TV MEC:

 


Fonte: Ministério da Educação
Comentar
Necessidade de prevenção · 23/03/2020 - 13h02 | Última atualização em 23/03/2020 - 13h10

Seid suspende temporariamente serviços presenciais em Teresina


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), a partir desta segunda-feira (23), e até segunda ordem, está com todos os serviços presenciais suspensos. Os servidores da secretaria deverão trabalhar de suas residências, contribuindo com o funcionamento de serviços essenciais em home office.

A determinação ocorre diante da necessidade de prevenção e diminuição da propagação da pandemia do coronavírus, considerando as recomendações do decreto estadual nº 18.902, de 23 de março de 2020.

De acordo com o secretário da Seid, Mauro Eduardo, “o objetivo é que, com essa medida, nós possamos contribuir contra o avanço desse vírus, que hoje já afeta o nosso estado. Então, é importante que, em primeiro lugar, ocorra essa preservação da vida de todos. Estamos atendendo as recomendações da própria Organização Mundial da Saúde e do governador do nosso estado, Wellington Dias”, declara o gestor.

“Ressaltamos a importância de que todos permaneçam em suas casas. É com a colaboração coletiva que podemos diminuir o risco de transmissão da Covid-19”, acrescenta o secretário.

Serviços como Passe Livre Intermunicipal, Passe Livre Cultura e Carteira de Identificação do Autista estão temporariamente suspensos, com exceção de casos considerados urgentes.

A Seid informa também que a comunicação interna vai ocorrer por meio de e-mail, mensagens de texto e videoconferências, quando necessário. Documentos externos deverão ser enviados para o e-mail: seid@seid.pi.gov.br


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, desmentiu neste domingo (22) um áudio atribuído a ele que vem sendo difundido por aplicativos instantâneos de mensagem e reclamou da disseminação de fake news.

"Eu não gravo absolutamente nada de áudio, eu nem sei como funciona", afirmou o ministro, visivelmente irritado. Ele afirmou que suas falas para a população são feitas por meios oficiais. "Tudo que eu falar vai ser feito claramente, aqui na frente, é uma maneira de a gente se posicionar."

Uma mensagem de áudio atribuída ao ministro afirma que a próxima semana seria a "mais crítica para a transmissão".

"Olha, vendo aqui a previsão de que final de abril vai ser o topo da epidemia, a previsão é que essa semana até domingo que vem é a semana mais crítica para a transmissão, então essa semana é fundamental o isolamento social. Ninguém sai à rua, mesmo que tenha que ir a supermercado, tenta evitar mercado, farmácia.

Se a gente conseguir fazer o isolamento social importante talvez a gente consiga virar a curva, tá bom? Espalhe isso para todo mundo que vocês tiverem. Esta semana a gente tem que virar o jogo", diz a voz no áudio.

Mandetta diz que o ministério não faz avaliação de transmissão, mas sim de casos, e disse que autores de notícias falsas gostam de "se travestir de alguma autoridade" para espalhar desinformação.

O ministro demonstrou muita irritação com a divulgação do áudio falso e disse que só decidiu ir à entrevista coletiva do domingo para desmentir o áudio. "Fica aí mais uma fake news para a coleção das fake news, das mais idiotas que acontecerão durante esse período de caminhada que nós teremos pela frente."

"Isso me irrita tanto", afirmou o ministro, que pulou uma pergunta da imprensa sobre informações circulando na internet dizendo "não aguento mais redes sociais".

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Após o Comitê de Enfrentamento e combate ao coronavírus em Oeiras realizar coleta de exames em três pacientes que haviam apresentado sintomas suspeitos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, os resultados deram negativos. Com informações do Mural da Vida

Os exames foram coletados por técnicos capacitados do complexo HRDC/ UPA e encaminhados para o Laboratório Central, em Teresina.

A informação foi confirmada em nota emitida na noite deste domingo (22/03), assinada pelo diretor do completo HRDC/UPA, Alípio Sady.

Confira a nota!

Tendo em vista a rápida proliferação do vírus, mesmo sem a confirmação do caso de Oeiras, as precauções devem ser mantidas, sendo de fundamental importância ficar em casa, em isolamento social.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

- Fazer uso do álcool em gel;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com o antebraço;

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentar
Causado por ciúmes · 22/03/2020 - 11h15 | Última atualização em 22/03/2020 - 16h26

Bebedeira entre primos termina com um preso e outro gravemente ferido a faca no Norte do PI


Compartilhar Tweet 1



A Polícia Militar, comandada pelo Tenente Carvalho, prendeu o jovem Raílson Silva Lima, de 20 anos, que é suspeito de esfaquear o próprio primo, identificado como Francir Álex Silva Sousa Oliveira, de 20 anos. O crime ocorreu no início da noite deste sábado (21/03), em um estabelecimento comercial situado no Bairro Santa Luzia em Cocal, município ao Norte do Piauí.

    Blog do Coveiro

Acusado e vítima ingeriam bebida alcoólica em um  bar onde iniciaram uma luta corporal que deixou Francir Álex gravemente ferido com uma lesão no abdômen, na qual as vísceras ficaram expostas. 

 O acusado alegou que foi agredido primeiro e que apenas reagiu a investida de seu primo, reiterando que já havia se relacionado com a atual companheira da vítima, e que tal fato possa ter gerado ciúmes que acarretou na referida briga.Ao tomar conhecimento do crime, os militares agiram rápido e prenderam o suspeito tentando se esconder em um terreno próximo ao ocorrido. Na sequência, o acusado foi levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba-PI. 

A vítima foi socorrida por uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde e encaminhada a UBS São Pedro, onde atualmente funciona o hospital de Cocal-PI, local onde recebeu os primeiros socorros e em seguida foi transferência para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) em Parnaíba-PI.


Fonte: Blog do Coveiro
Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Reprodução / Facebook

O apresentador Beto Rego, do Balanço Geral da TV Antena 10, fez um desabafo nas redes sociais na tarde deste sábado (21/03) sobre preços abusivos de máscaras e do álcool em gel em tempo de coronavírus.  

"Álcool gel de três reais por trinta reais, máscaras de de dez reais por duzentos, que p**** essa?", iniciou Rego.

Segundo ele, tem gente se aproveitado da desgraça. "Povo nojento, desgraçado é por isso que Deus está mandando pragas, pra tentar melhorar essa raça imunda da qual faço parte, que é a raça humana. A raça humana merece o que passa. Porque é egoísta e consumista", continuou o apresentador.

Para Beto Rego muitos não merecem, mas estão 'pagando'. "Esse povo chinês devia pedir desculpas a humanidade por comer morcegos e outras m*** dentro da sua cultura e disseminar a desgraça como fizeram. Penso assim, sei que outras pessoas irão me condenar, mas tenho certeza que essas pessoas hoje estão com medo como eu, e milhares de humanos", disparou.

"Cristo está voltando, humanidade hipócrita, e lascada, cadê o poder de alguns, pra que serve agora?", questionou em sua publicação.

"Todos nós independente de posição social estamos vulneráveis. Não quero aqui me colocar melhor que ninguém, mas o principal ponto as pessoas não estão observando nesse país 'Do se dar bem, a qualquer custo' é que isso é um mal pra toda humanidade", finalizou.

Veja:

 

 

Comentar
Senador também contraiu · 21/03/2020 - 12h41 | Última atualização em 21/03/2020 - 12h54

Prefeito de Fortaleza testa positivo para o novo coronavírus


Compartilhar Tweet 1



O Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) está com o novo coronavírus. A informação foi confirmada pela coordenadoria da prefeitura da cidade, após o político testar positivo no exame de verificação. Ainda de acordo com a assessoria do município, ele apresenta quadro assintomático e se encontra em isolamento domiciliar, onde já estava antes mesmo de receber o resultado do teste.Segundo O Dia RJ.

    Reprodução

O irmão do prefeito, Prisco Bezerra, do mesmo partido, informou na última quinta-feira que também contraiu o Covid-19. Diferentemente de Roberto, o senador demonstrou sintomas semelhantes ao de uma gripe durante a semana.

O prefeito anunciou que realizará uma live em seu perfil no Instagram, na manhã deste sábado (21/03), para explicar como será organizada sua rotina de trabalho durante a quarentena. Além disso, o político abordará assuntos relacionados à prevenção ao coronavírus no município.


Fonte: O Dia
Comentar
Toda ajuda é bem-vinda · 21/03/2020 - 12h22

RIO: Quase 16 mil voluntários se apresentam para reforçar saúde


Compartilhar Tweet 1



Mais de 15,8 mil estudantes e profissionais de saúde atenderam a um chamado do governo do Rio de Janeiro e se apresentaram como voluntários para atuar no combate ao novo coronavírus nos últimos dois dias. As informações são do Agência Brasil. 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, 56% são estudantes e 44% são graduados, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos e outras formações na área da saúde. Os voluntários reforçarão as equipes das unidades de assistência a pacientes diagnosticados com Covid-19 em todo o estado. Para o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, a possibilidade de salvar vidas é o que está motivando as pessoas a se candidatar.

“A solidariedade fará a diferença com os voluntários fortalecendo o combate no atendimento para pacientes com coronavírus. Quanto mais pessoas inscritas, menos mortes. Uma corrente de solidariedade está se formando em todo o estado. Mas reforço que a população deve seguir as medidas de não se deslocar, ficando em casa”, disse Edmar, em nota.

Entre os voluntários está a médica Cristina Quadrat, 56 anos. Com mais de trinta anos de profissão, ela já atuou no voluntariado durante a epidemia de ebola, em 2014.

‘’Nesse momento, toda ajuda é bem-vinda. Sabemos que a crise pode aumentar e eu me sinto feliz e ansiosa em poder auxiliar o máximo de pessoas nesse cenário tão difícil’’, afirmou.

Enquanto alguns voluntários têm muitos anos de experiência, no outro extremo estão estudantes da área de saúde, como Douglas Borges, 19 anos, que cursa enfermagem. Ele e seus colegas de turma souberam do programa de voluntariado por meio das redes sociais. Informações são Agência Brasil

“Não é um medo ficar na linha de frente no combate do novo vírus, porque eu sinto que nasci para ajudar num momento como esse. Por isso, escolhi a profissão. É importante que as pessoas fiquem em casa, porque nós estamos indo pra rua, pros hospitais, para cuidar de quem realmente precisa”, contou.

Para equipar os milhares de voluntários que combaterão o novo coronavírus e os profissionais de saúde, a Secretaria comprou 1,5 milhão de máscaras cirúrgicas, 150 mil máscaras de proteção, 300 mil óculos de proteção e 600 mil aventais, além de gorros cirúrgicos e luvas de proteção.

As inscrições para participar do programa voluntário de combate ao novo coronavírus podem ser feitas pela internet. Ao realizar o cadastro, é importante que o candidato insira seu telefone e e-mail atualizados para contato.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Prazo de 30 dias · 21/03/2020 - 09h40 | Última atualização em 21/03/2020 - 09h53

Agespisa suspende cortes de água por causa da pandemia do coronavírus


Compartilhar Tweet 1



O presidente da Agespisa, Genival Sales, anunciou, nessa sexta-feira (20/03), a suspensão do corte no abastecimento de água dos clientes inadimplentes por um prazo de trinta dias, depois do decreto de calamidade assinado pelo governador Wellington Dias.

A medida tem como objetivo garantir condições para que todos possam enfrentar a pandemia do coronavírus, adotando medidas de higiene determinadas pelos órgãos de saúde.

“Estamos apoiando as medidas determinadas pelas autoridades sanitárias, como o isolamento social. Com isso, vai haver maior consumo de água na casa das pessoas para higienização pessoal e de utensílios domésticos com o objetivo de reduzir a disseminação do coronavírus. Essa é uma medida que consideramos urgente e necessária. A Agespisa está dando, assim, a sua contribuição neste momento de incertezas”, justificou Genival Sales.

Depois de comunicar a medida ao governador Wellington Dias, o presidente da Agespisa determinou aos setores competentes da empresa que adotem todas as providências necessárias para o cumprimento da decisão.

Atendimento presencial suspenso

Genival Sales também decidiu suspender, pelo mesmo prazo de trinta dias, a contar a partir de segunda-feira (23), o atendimento presencial ao público para evitar fluxo de pessoas nos espaços destinados a esse serviço e, assim, prevenir o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

A Agespisa recomenda aos seus clientes a utilização da Agência Virtual disponível em seu site (www.agespisa.com.br) e também da Ouvidoria da companhia, que atende pelo telefone 0800 086 8888.

Por meio da página na internet, o cliente pode solicitar ligações e religações de água e esgoto, segunda via da fatura, informar casos de falta de água e ocorrência de vazamentos.

Esses serviços também podem ser solicitados via telefone 0800 086 8888, que funciona de segunda à sexta, das 7h30 às 19h. A ligação é gratuita também de telefones celulares.


Fonte: Com informações da CCOM
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Dom Jacinto Brito concedeu, nesta sexta-feira (20/03), novas orientações ao clero da Arquidiocese de Teresina, como medida preventiva de combate ao Coronavírus.

Segundo as recomendações, além de reforçar os encaminhamentos da primeira nota oficial divulgada na última terça-feira (17/03) sobre as medidas emergenciais durante esse período de isolamento em decorrência da propagação da Covid- 19, outros pontos foram acrescentados. A partir de agora, as igrejas permanecerão abertas apenas para orações pessoais dos fiéis e não deve ser incentivada a presença de fiéis durante as missas. Estas devem ser transmitidas pela internet nas redes sociais das paróquias para que as pessoas acompanhem de casa;

Foi sugerido que as celebrações de sacramentos como casamento, batizado e crisma sejam remarcadas;

Na ocasião, o Arcebispo pediu ainda aos padres e diáconos, que incentivem as famílias a permanecerem em casa, rezando em família a oração do santo terço, assim como a oração recomendada pelo papa Francisco.

A sede administrativa da Arquidiocese não vai funcionar a partir de segunda-feira (23/03), assim como as secretarias paroquiais que também devem permanecer fechadas.

A programação da Semana Santa vai sofrer grandes alterações, pois estão canceladas as procissões, retiros, mutirões de confissão e via sacras.

Para o padre Isaias Pereira, referencial do Setor de Comunicação da Arquidiocese, todos os fiéis continuam unidos em oração e todos os padres permanecem rezando em unidade com a Igreja. “A Igreja não é só o templo, somos todos nós juntos que formamos o Corpo de Cristo. A Igreja permanece firme porque nós continuamos unidos”, pontuou o sacerdote.


Fonte: Arquidiocese de Teresina
Comentar
Segue entubado em hospital · 19/03/2020 - 20h40 | Última atualização em 19/03/2020 - 22h03

Jornalista Marcelo Magno testa positivo para o novo coronavírus


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução / TV Globo

O jornalista Marcelo Magno testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Rede Clube, na noite desta quinta-feira (19/03). 

Marcelo está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Prontomed deste o último domingo (15/03). O estado de saúde dele é grave, porém estável, em ventilação mecânica e em uso de drogas vasoativas.

No último dia 7 de março, o jornalista esteve no Rio de Janeiro para apresentar o Jornal Nacional. Quando viajou, já estava com uma gripe forte, que se agravou.

Covid-19

Mais cedo, o secretário de Saúde, Florentino Neto, afirmou que o Piauí tem três casos confirmados para o Covid-19, novo coronavírus.

 

Comentar
Sexta morte no Brasil · 19/03/2020 - 11h24 | Última atualização em 19/03/2020 - 14h52

Rio de Janeiro confirma primeira morte por coronavírus


Compartilhar Tweet 1



O governo do Rio de Janeiro e a Prefeitura de Miguel Pereira confirmaram, nesta quarta-feira (18), o primeiro caso de morte em decorrência do Covid-19 no Estado.
A vítima é uma mulher de de 63 anos. Ela morreu na terça-feira (17), no município de Miguel Pereira, onde vivia.

Empregada doméstica, trabalhava no Rio de Janeiro e entrou em contato com sua empregadora, que, ao voltar de uma viagem à Itália, foi submetida a teste e teve confirmada a doença.

"Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo", lamentou o governador Wilson Witzel.

Segundo nota, a mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no dia 15.
Ela havia passado mal ao voltar do trabalho, sendo internada no hospital municipal Luiz Gonzaga na segunda (16). No fim da tarde do dia seguinte, terça (17), o material foi encaminhado para análise pelo Lacen (Laboratório Central Noel Nutels). O teste deu resultado positivo para coronavírus.

"Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível", diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O novo coronavírus virou o mundo de cabeça para baixo. O esforço global no momento é ter o controle da disseminação do vírus, pois ele se espalha facilmente e tem multiplicado a cada dia o número de infectados. Logo se levanta a dúvida sobre a transmissão do vírus por vias sexuais. As informações são de Ibhaia.

Ainda é muito cedo para ter certeza sobre essa resposta, mas, por envolver contato físico e íntimo, as relações sexuais podem ser suficientes para transmitir o vírus. É o que diz virologista e professor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Amílcar Tanuri à Folha de S.Paulo.

Já foi relatada a chance de transmissão do coronavírus por urina e fezes. Com isso, não é possível descartar que fluidos sexuais também transmitam a doença.

“Não houve essa preocupação com a parte sexual ainda, mas teoricamente o sexo não existe sem contato íntimo. Isso poderia gerar o contato. Esse é um terreno que demanda pesquisa, mas a transmissão sexual é tão secundária que não vejo motivo para pesquisar isso. A não ser para conhecer totalmente o vírus”, disse à Folha a infectologia da Unifesp, Sandra de Oliveira Campos.

Comentar