Testemunho · 17/01/2021 - 19h25 | Última atualização em 17/01/2021 - 19h34

Valter Alencar diz que se mudou para o RJ quando do início do governo Witzel e indicou parentes


Compartilhar Tweet 1



Segundo a revista Istoé, em destaque sobre o testemunho do político Valter Alencar ao Tribunal Especial Misto, que trata do processo de impeachment do governador do Rio de Janeiro afastado do cargo Wilson Witzel, o então candidato ao governo do Piauí disse que passou a residir no estado fluminense e indicou parentes.

"O Tribunal Especial Misto, composto por cinco desembargadores e cinco deputados estaduais, também ouviu como testemunha Valter Alencar Pires Rabelo. O depoimento pedido pela desembargadora Maria da Glória teve o apoio do Tribunal de Justiça do Piauí, onde Valter mora. Ele disse que se aproximou de Witzel antes da campanha, porque também concorreria ao governo do Piauí pelo PSC. Depois se mudou para o Rio e se tornou assessor especial. A tarefa era aproximar o governador de representantes de outros países instalados no Brasil. Valter admitiu que fez a indicação de seis pessoas ao governo, entre elas o filho e um sobrinho".


Comentários