Órgão pede Julgamento · 12/08/2015 - 19h34 | Última atualização em 13/08/2015 - 08h42

Unesco condena assassinato de radialista ocorrido em Camocim

Unesco condena assassinato de radialista ocorrido em Camocim


Compartilhar Tweet 1



A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, condenou a morte do radialista Gleydson Carvalho, assassinado a tiros dentro da Rádio Liberdade FM, em Camocim, no Ceará, no dia 6 de agosto.

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova (foto abaixo), pediu "às autoridades para investigarem o caso e levar os responsáveis ao tribunal, para que sejam punidos de acordo com a legislação do Brasil".

Sustentou ainda que "os jornalistas são a voz do povo e quando a violência é usada para silenciá-los, toda a sociedade sofre".

Veja matéria produzida pelo 180 em Camocim:

- Assassinato de radialista: Polícia do estado do CE só prendeu 'pequenos'