Sem Articulação -

"PT e aliados veem negociação desastrada da PEC e cobram definição de ministro", diz Folha de SP

Foto: ReproduçãoPEC, ministérios, aeronave, pobreza: veja tudo o que foi debatido por Wellington Dias no Roda Viva
_Wellington Dias quando de entrevista no Roda Viva

"Integrantes do PT e de partidos aliados ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticam a condução da negociação para aprovar a PEC (proposta de emenda à Constituição) da Transição no Congresso e cobram do petista o anúncio rápido de um ministro com credenciais para honrar compromissos políticos", traz a Folha de São Paulo, em matéria com chamada "PT e aliados veem negociação desastrada da PEC e cobram definição de ministro da Articulação".

O coordenador para modificações e adequações no orçamento de 2023 do governo de transição é o senador eleito Wellington Dias, do PT. 

A matéria traz informações de que antes de procurarem os presidentes da Câmara e do Senado membros da equipe do governo de transição foram direto ao relator do orçamento de 2023, senador Marcelo Castro (MDB). 

Até o emedebista Renan Calheiros anda criticando as conduções em torno das negociações da PEC, informa o jornal. 

"Além disso, há a leitura entre congressistas de que, por mais que [Wellington] Dias e outros parlamentares petistas negociem os termos do acordo, não há certeza que algum deles se sentará na cadeira de ministro para assegurar compromissos que venham a ser firmados na negociação", divulgou a Folha.

Comentários