MAIS ACHADOS · 24/05/2020 - 16h40

Prefeitura também não comprova execução de serviços de R$ 1 milhão com alvo da PF em 2018


Compartilhar Tweet 1



REFERENTE AO ANO EM QUE FOI DEFLAGRADA A OPERAÇÃO TOPIQUE

Do relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que trata de contratos suspeitos da Prefeitura de Esperantina com empresas do ramo de transporte escolar alvos da Polícia Federal, no âmbito da Operação Topique, também se extrai que não há “comprovação da execução dos serviços contratados por meio do contrato de adesão nº 008/2018, com a empresa RJ Locadora Veículos Ltda”, por parte da gestão da prefeita Vilma Amorim, do PT, no ano de 2018 - ano em que estourou a rumorosa operação.

Blog Bastidores, do 180, iniciou última semana a publicação das informações que constam desse documento. As matérias iniciais estão disponibilizadas de forma cronológica ao final do texto e tratam de análise da CGU em contratos dos anos de 2017, 2018 e 2019, no ramo de transporte escolar.

- Clique e leia matéria completa


Comentários