Futuro partido do presidente · 20/11/2021 - 15h33 | Última atualização em 20/11/2021 - 15h40

PL vive no Ceará o que ocorre no Piauí: partido atrelado a um governo petista


Compartilhar Tweet 1



_ Legenda: Acilon Gonçalves (à esquerda), com os prefeitos de Aquiraz e Itaitinga, ambos aliados, ao lado do governador Camilo Santana Foto: Reprodução redes sociais
_ Acilon Gonçalves (à esquerda), seguido do governador do Ceará Camilo Santana e de políticos aliados, prefeito de Aquiraz e Itaitinga (Foto: Divulgação)        

O futuro partido do presidente da República, o PL, vive no Ceará o que ocorre no Piauí: está atrelado a um governo do PT.

No estado vizinho o partido é comandado pelo prefeito de Eusébio, Acilon Gonçalves. No Piauí é comandado por Fábio Xavier. 

Jair Bolsonaro vem dizendo que seu futuro partido “não pode estar flertando com a esquerda” nos estados.

Em entrevista coletiva, última quarta-feira (17/11), o vice-líder do governo no Senado Federal e no Congresso Nacional, senador Jorginho Mello (PL-SC), disse que os diretórios estaduais iriam ceder às exigências de Bolsonaro para ingressar na legenda.

“O partido está dando ao presidente Valdemar [Costa Neto] carta branca para acertar com o presidente Bolsonaro todas as arestas de possibilidade que tenha em qualquer canto do Brasil", disse.

Comentários