Corrupção em Bertolínia · 09/01/2020 - 20h10

Operação Bacuri: denunciante disse ao GAECO que “capanga” do prefeito o ameaçou


Compartilhar Tweet 1



VEREADOR DENUNCIANTE REPORTA ALGUMAS DAS AMEAÇAS

Um dos nomes declinados ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em face de supostas intimidações e ameaças contra o vereador que denunciou o suposto esquema de ampla corrupção no município de Bertolínia, é reportado pelo próprio, então presidente da Câmara Municipal Jones Werlen Miranda e Silva, como um possível “capanga” do prefeito do município alvo da Operação Bacuri, Luciano Fonseca de Sousa.

“Inobstante tenha somente cumprido seu papel vem também sofrendo ameaças por parte de um senhor, Osandir da Silva Castro, conhecido como “Di do Major”, contratado pela Prefeitura Municipal de Bertolínia - PI, para exercer a função de Agente de Endemias, que segundo informam seria capanga do prefeito preso Luciano Fonseca de Sousa”, traz documento assinado pelo próprio vereador, endereçado ao GAECO. 

- Clique leia matéria completa


Comentários