Pedido de Esclarecimentos · 17/04/2021 - 14h36

MPF oficia governadores sobre discrepâncias entre doses de vacinas entregues e aplicadas


Compartilhar Tweet 1



Procurador-geral da República, Augusto Aras
Procurador-geral da República, Augusto Aras    Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O Ministério Público Federal (MPF), por meio do Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia de Covid-19 (Giac), enviou pedido de esclarecimentos a todos os governadores do país sobre a discrepância entre o número de doses de vacina contra covid-19 enviadas a cada unidade da Federação e o total de doses efetivamente aplicadas.

No caso do Piauí, a solicitação foi feita por meio do Ofício nº 114/2021/CNF/GIAC-COVID19, assinado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e pela subprocuradora-geral da República, Célia Regina Delgado. No documento, os membros do MPF solicitam esclarecimentos sobre as razões de discrepância entre as 614. 457 doses da vacina enviadas ao Estado do Piauí e as 392.737 aplicadas.

Comentários