Danos Morais Coletivos · 22/11/2021 - 17h36

Justiça no Piauí condena Claro em R$ 200 mil. MPF recorreu, havia pedido R$ 50 milhões


Compartilhar Tweet 1



O juiz Márcio Braga Magalhães, da 2ª Vara Federal do Piauí, condenou a operadora de telefonia Claro ao pagamento de R$ 200 mil em razão de dano moral coletivo ocasionado pela prestação inadequada dos seus serviços no estado do Piauí, no período compreendido entre 1º de janeiro de 2009 até o dia 30 de outubro do mesmo ano.

O Ministério Público Federal (MPF) havia pedido R$ 50 milhões. Em face disso, recorreu da sentença. 

- Clique e leia matéria completa

Comentários