Possível Dano à Previdência · 22/05/2019 - 16h11

Juíza determina bloqueio de R$ 2,2 milhões em bens de ex-prefeito de Curimatá


Compartilhar Tweet 1



 

A juíza da Vara Única da Comarca de Avelino Lopes, Cassia Lage de Macedo, determinou a indisponibilidade de bens pertencentes ao ex-prefeito de Curimatá Reidan Kléber Maia de Oliveira no valor de R$ 2.229.159,02.

A decisão atinge também José Árison de Carvalho e Gilson Barbosa de Oliveira, além do ECONTAS - Escritório de Curimatá de Contabilidade e Assessoria LTDA - ME. 

A decisão liminar foi proferida no âmbito de uma ação civil pública por atos de improbidade administrativa ajuizada pelo município de Curimatá. 

Segundo a acusação, nos anos de 2015 e 2016 o então prefeito Reidan Oliveira determinou a realização de compensações indevidas referentes a contribuições previdenciárias dos servidores efetivos devidas ao município e relativas ao período de 2013 a 2016.

- Clique e leia matéria completa


Comentários