Dinheiro Público · 18/02/2020 - 21h31

EXCLUSIVO: Campo Maior licita medicamento com sobrepreço de até 3.774,6% em pregão milionário


Compartilhar Tweet 1



TUDO BEM QUE É CARNAVAL... MAS PRECISA AVACALHAR TANTO?

O pregão da ordem de R$ 6,6 milhões (valor exato de R$ 6.660.884,01) a ser realizado pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campo Maior possui indícios de sobrepreço e direcionamento. 

Isso porque muitos itens dele serão comprados com valores superiores ao Preço Máximo de Venda ao Governo (PMVG), estipulado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), quando da aquisição de medicamentos. 

Há casos de sobrepreço de 505,6%, 1.477,6% e até de 3.774,6%. Isso mesmo. 3.774,6% em um medicamento.

Além de que, também muitos dos medicamentos estão sendo solicitados pela marca comercial, isto é, produto direcionado. “Na lei isso é vetado. O produto deve ser solicitado pelo princípio ativo da droga”, diz fonte jornalista.

- Clique e leia matéria completa


Comentários