Tribunal de Justiça · 15/10/2021 - 15h58 | Última atualização em 15/10/2021 - 16h17

Desembargadores declaram-se suspeitos para analisar pedido de soltura de Arimatéia Azevedo


Compartilhar Tweet 1



_Arimatéia Azevedo (Foto: Divulgação/Portal AZ)
_Arimatéia Azevedo (Foto: Divulgação/Portal AZ) 

Passava das 15 horas desta sexta-feira (15) quando o segundo desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) declarou-se suspeito para apreciar Habeas Corpus impetrado pela defesa do jornalista Arimatéia Azevedo.

Pedro de Alcântara Macêdo alegou "motivo de foro íntimo".

O primeiro a declarar-se suspeito foi Sebastião Ribeiro Martins. 

O Habeas Corpus vai para nova distribuição.

 

Comentários