Operação Perpetuatio · 15/09/2020 - 12h32 | Última atualização em 15/09/2020 - 17h21

Coordenadora do GAECO diz que mais de meio milhão de reais foi para obras não realizadas


Compartilhar Tweet 1



Coordenadora do GAECO, promotora de Justiça Débora Aragão (Imagem: Reprodução)
_Promotora de Justiça Débora Aragão, Coordenadora do GAECO (Imagem: Reprodução) 

A coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), Débora Aragão, disse que só em um dos contratos investigados no âmbito da Operação Perpetuatio, mais de meio milhão de reais foram destinados para obras que não foram realizadas.

“Em um desses contratos investigados há comprovação de que o município pagou mais de meio milhão de reais para obras públicas que não foram realizadas. Esse material apreendido na data de hoje que inclui notebooks, celulares e documentos serão periciados pelo GAECO e farão parte de uma futura denúncia contra esses investigados”, pontuou. 

A operação deflagrada é em consequência de investigações no município de Itaueira.

VEJA TAMBÉM:

- Prefeito que “lê e escreve” e que tem 78 anos é quem chefiaria quadrilha em Itaueira


Comentários