Para se eximir de culpa · 02/12/2019 - 12h50 | Última atualização em 02/12/2019 - 13h33

Chefe das PPPs no Piauí alega que não restringiu certame de concessão da CEASA


Compartilhar Tweet 1



“DESINTERESSE DO MERCADO”

Viviane Moura Bezerra, a mulher do governo que já tentou censurar jornalistas no Piauí por se sentir desagradada com notícias críticas, disse, no bojo de um pedido de reconsideração de julgado do Tribunal de Contas do Estado que não lhe foi favorável, no tocante à concessão milionária da Ceasa, que o desinteresse no certame não pode ser imputado aos gestores.

“(...) Não deve ser imputada aos gestores a culpa pelo desinteresse do mercado no certame, onde apenas um licitante compareceu, haja vista a ampla publicidade dada ao edital”. 

A chefe das PPPs no Piauí tenta reverter acórdão de auditoria concomitante no TCE que acaba por ratificar irregularidades na concessão da Ceasa à iniciativa privada. Entre tais ocorrências a possível restrição de competitividade, como a não permissão à participação de consórcios.

O vencedor foi a Brazilfruit Transportes Importação e Exportação Ltda.

O contrato já foi assinado.


Comentários