Farra das estradas vicinais · 17/10/2019 - 21h58

CASO IDEPI: finalmente ex-gestor admite ao TCE que detectou superfaturamento em estradas vicinais


Compartilhar Tweet 1



 

_Ex-gestor do IDEPI Alberto Monteiro durante sessão de julgamento no TCE: ele viu o que órgão técnico do TCE também viu: os malfeitos.
_Ex-gestor do IDEPI Alberto Monteiro durante sessão de julgamento no TCE: ele viu o que órgão técnico do TCE também viu: os malfeitos. 

Indagações feitas pelo relator do Caso IDEPI, conselheiro Delano Câmara, quando da defesa de um dos ex-gestores do tal instituto, Francisco Alberto de Brito Monteiro, que acabou por respondê-las, jogaram mais luz ainda ao caso que ficou conhecido como um suposto esquema de superfaturamento de estradas vicinais no apagar das luzes do governo Zé Filho, que teria reunido inúmeras empreiteiras e gestores em obras às pressas para canalizar votos. O que os envolvidos negam, claro.

Esses questionamentos, que visavam reforçar o que estava nos autos e esclarecer o todo naquelas 3 primeiras tomadas de contas especiais que estão sendo julgadas, trouxe à baila que o Instituto de Desenvolvimento do Piauí também detectou superfaturamento nas obras do IDEPI. E quem agora o diz é um dos ex-gestores da pasta, Francisco Alberto de Brito Monteiro, que sucedeu Elizeu Aguiar. 

- Clique e leia matéria completa

 


Comentários