Suspeitas · 24/08/2019 - 12h47

Caso envolvendo irregularidades em clínicas no Piauí vai parar no Ministério da Saúde


Compartilhar Tweet 1



FRENTE INVESTIGATIVA

O acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) que trata sobre supostas irregularidades envolvendo clínicas do município de Picos habilitadas como Centro Especial de Reabilitação - CER IV, determina que o Ministério da Saúde exerça a sua “função fiscalizatória” em relação às irregularidades detectadas em auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS). 

“(...) Enviar cópia integral dos autos ao Ministério da Saúde, para que aquele órgão ministerial exerça sua função fiscalizatória primária quanto aos indícios de irregularidades apontados neste processo, informando ao Tribunal, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, as medidas adotadas e os resultados obtidos”, traz o acórdão de sessão da Corte de Contas realizada em julho. 

- Clique e leia a matéria completa


Comentários