Caso Hélio Cortez · 14/11/2017 - 10h53

Advogado ‘abandona’ causa após desembargador mandar apreender processo


Compartilhar Tweet 1



 

Um dos advogados do assassino confesso Alexandre Gomes, Raimundo Júnior, parece ter abandonado a causa do seu cliente, condenado a somente 6 anos em regime semiaberto por matar o comerciante Hélio Cortez pulando sobre sua cabeça.

O suposto abandono da causa ocorreu após o desembargador Edvaldo Moura, relator do recurso de apelação contra a decisão do Conselho de Sentença, determinar a busca e apreensão do processo no escritório da defesa de Gomes.

Segundo o advogado da família de Hélio Cortez, Gilberto Ferreira, mesmo depois de um longo prazo com o processo, o advogado do assassino confesso entregou os autos sem as devidas contrarrazões do seu cliente, no que tange aos argumentos do recurso de apelação interposto tanto pela família de Cortez, quando pelo Ministério Público Estadual.

- Advogado ‘abandona’ causa após desembargador mandar apreender processo

Comentários