Quadrinhos · 25/03/2020 - 13h11 | Última atualização em 25/03/2020 - 15h49

Asterix e Obelix enfrentaram 'coronavírus' em HQ de 2017


Compartilhar Tweet 1



 

Reprodução/livro
Reprodução/livro "Asterix e a Transitálica" - 19.out.2017 

 

Personagem com mesmo nome do causador da Covid-19 disputou corrida com o gaulês em edição de 2017.

Profecia ou não, na edição 37º da HQ criada por René Goscinny e Alberto Uderzo, morto neste terça (24), ao 92 anos; os personagens Asterix e Obelix disputam contra um vilão chamado “Coronavírus”.

A história chamada “Asterix e a Transitálica” se passa na Itália –país europeu no qual a Covid-19 tem avançado e feito vítimas. 

 

Reprodução
Reprodução 

 

ASTERIX E A TRANSITÁLICA

 

Trata-se da 37ª aventura de Asterix, herói dos quadrinhos franco-belgas criado pelo roteirista René Goscinny e pelo desenhista Albert Uderzo.

O nome “Coronavirus” é 1 caso de uma brincadeira recorrente da série: em “Asterix”, todos os personagens romanos têm nomes com o sufixo us, assim como os de gauleses sempre acabam em ix –Asterix, Obelix, Panoramix. Os autores usam estas regras para nomear personagens com nomes alusivos ou com trocadilhos; assim, temos na série personagens como o centurião Acendealus ou o questor Enxaquecus –ou, em “Asterix e a Transitálica”, o mascarado Coronavírus.

Nos quadrinhos, os gauleses Asterix e Obelix estão em Roma quando 1 escândalo de corrupção é descoberto. Para desviar a atenção da opinião pública, 1 senador cria uma corrida de bigas onde Asterix e Obelix. Coronavírus é 1 dos participantes.

No fim das contas, os gauleses vencem a prova e Coronavírus mostra ser ninguém menos que o imperador Julius César tentando provar seu poder sem revelar a identidade.


Comentários