Heróis que ficaram malignos · 09/10/2019 - 10h01 | Última atualização em 09/10/2019 - 12h37

10 Super-Heróis Que Já Aceitaram O Lado Negro Da Força


Compartilhar Tweet 1



 

Brightburn, produzido por James Gunn e Kenneth Huang, nos mostrou que nem toda criança superpoderosa que cai na Terra em um meteoro e criada por um casal de fazendeiros será o novo messias. O garoto era um sociopata querendo matar a humanidade com os poderes de um deus. O filme nos mostrou também que, algumas vezes, quando o super-homem ou qualquer super-herói abraça o mal, as coisas para humanidade podem realmente darem bastante errados.


 

O conceito do herói é antigo, sua origem já existia em textos gregos, mesopotâmicos. Então humanamente falando, é sempre um choque você ler ou saber que um símbolo da paz se tornou alguém maligno. E editoras de quadrinhos não bestas e vez por outra, fazem arcos onde o super-heróis mais importantes e mais famosos acabam pisando do lado errado da estrada e se tornam tudo que eles lutaram por décadas.


 

Pensando nisso e por causa de pautas bem atrasadas, finalmente está aqui 10 super-heróis que se tornaram vilões e quase zeraram o planeta Terra.


 

Lanterna Verde

    DC Comics


 

Certa vez, a cidade de Hal Jordan, Coast City, e seus habitantes foram completamente obliterados pelos vilões Mongul e Superciborgue. Isso despertou a raiva do Lanterna Verde, que foi enfrentar Mongul imediatamente. O herói derrotou o vilão, superando até mesmo a desvantagem da luta imposta pela pele amarela de Mongul.


 

De luto, Hal utilizou seu anel para recriar Coast City e seus habitantes. Foi um construto colossal, uma cidade inteira e “viva”, repleta de moradores, tudo feito de energia verde. No entanto, Hal foi repreendido pelos Guardiões por usar os poderes do anel para benefício próprio e exigem que ele vá para Oa, para receber uma ação disciplinar. Isso só deixa Hal ainda mais enfurecido que parte para Oa, não para um puxão de orelha, mas em busca de mais poder.


 

Em seu caminho, Hal encontra vários outros Lanternas Verdes, que percebem as más intenções do terráqueo e tentam impedi-lo. Hal derrota todos e toma seus anéis para si. Em Oa ele enfrenta e mata Kilowog. Nada parece o impedir de chegar até a Bateria Central. Os Guardiões libertam Sinestro para que ele possa derrotar Hal, mas nem isso se mostra eficiente.


 

Por fim, Hal Jordan ganha acesso à Bateria Central e absorve toda a energia. Com isso, ele se torna praticamente onipotente e assume o nome de Parallax!


 

Hulk

    Marvel Comics


 

Num futuro próximo, onde os heróis que conhecemos não existem mais devido a um cataclismo mundial que vitimou também a maioria dos seres humanos, os sobreviventes se aglomeram numa cidadela dominada pelo cruel Maestro. A última esperança da rebelião, liderada pelo ancião Rick Jones, é retornar ao passado em busca do único ser capaz de enfrentar o Maestro: o Incrível Hulk!


 

O Maestro é um dos principais vilões do Hulk nos quadrinhos da Marvel. Ele foi criado por Peter David e George Perez em 1992 (Hulk – Futuro Imperfeito). O personagem vem de uma linha do tempo alternativa, ou seja, de um futuro pós-apocalíptico em que a humanidade foi praticamente exterminada pelas guerras nucleares. Um dos únicos sobreviventes nessa realidade é Hulk, que se torna ainda mais poderoso e inteligente graças a sua exposição à radiação, se transformando no temível Maestro, uma espécie de ditador que governa a humanidade.


 

Nessa realidade o personagem é combatido por um grupo de rebeldes, que volta ao passado para pedir a ajuda do Professor Hulk na guerra contra o vilão. Depois de várias derrotas, Hulk finalmente consegue vencer Maestro e trazer paz para esse futuro alternativo.


 

Outra vez que o Hulk ficou maligno foi na série do Wolverine (Old Man Logan), com um Banner envelhecido, enlouquecido e capaz de atos inacreditáveis de violência.


 

Ozymandias

    Vertigo/DC Comics


 

A trama de um dos maiores quadrinhos da história, Watchmen de Alan Moore e Dave Gibbons começa com o assassinato do ex-herói, o comediante, e termina com uma enorme lula psíquica geneticamente alterada, teletransportada para a Times Square para induzir as nações em guerra da Terra a se unirem contra uma invasão alienígena imaginária para impedir a invasão e guerra nuclear. A força motriz por trás de todas essas ações confusas é Adrian Veidt, o herói conhecido como Ozymandias. Classificando-se como o auge da aptidão física e mental, Veidt acreditava que apenas seu esquema poderia evitar a destruição total humana, não importando quantas vidas fossem perdidas no processo.


 

Na verdade, eu acho esse esquema do Ozymandias muito frágil.

 

Demolidor

 

    Marvel Comics

 

O vigilante cego de Hell's Kitchen (Cozinha do Inferno) sempre andou na corda bamba entre o bem e o mal, alguns escritores o fizeram ir longe demais, mas no final, ele sempre busca de alguma forma se redimir pelos pecados cometidos. No entanto, os eventos do crossover Terra das Sombras em 2010 viram Matt Murdock corrompido de uma maneira que aparentemente não havia como voltar. Depois de ganhar o controle do clã ninja Hand, Murdock tenta reformar a organização como uma força para o bem. Mas o poder corrompe, e a entidade demoníaca domina seu corpo, tornando seus métodos cada vez mais extremos. No final da história, DD renuncia a sua máscara e abandona Nova York, buscando absolvição nas estradas da América.


Fênix

    Marvel Comics


 

É um pouco redundante considerar a Força da Fênix uma vilã – já que ela é uma entidade cósmica inimaginavelmente poderosa que serve a seus próprios propósitos. Mas quando você começa a destruir planetas, precisa entregar sua carteira de herói. Jean Grey foi a primeira mulher membro dos X-Men, uma poderosa ruiva telecinética que salvou a humanidade em várias ocasiões. Após uma missão no espaço, ela foi exposta a uma dose fatal de radiação e quase morreu. A Força Fênix sentiu seu grito psíquico de socorro e fez do corpo de Jean, sua morada, colocando seu corpo real em um casulo no fundo do mar. Como Fênix, Jean lutou com seu poder aumentado enquanto também era manipulada pelo mutante Mestre Mental. O problema é que ela não conseguiu manter todo esse poder controlado e acaba destruindo uma estrela, matando uma civilização inteira.


Jean vendo isso, acaba se suicidando e libertando o universo de sua ameaça … por algum um tempo.

 

Terra

    DC Comics


 

O grupo de heróis Teen Titans são cobra comendo cobra. Eles tiveram que lidar com a traição em mais épocas do que eu posso contar, mas o maior e o pior vieram da história clássica dos anos 80, conhecida como Contrato de Judas. Nele, o impiedoso Exterminador (Deathstrok) procurou se vingar do jovem time com a ajuda de uma inesperada aliada – Terra, a jovem manipuladora de terra que ingressou no grupo dois anos antes. Após os acontecimentos, se descobre que Deathstroke estava manipulando a jovem mentalmente instável para atrair os Titãs para uma armadilha. No conflito final, ela aceita o lado negro da força completamente e tenta massacrar todos até perder o controle e derrubar uma montanha em cima de si mesma, encerrando sua vida breve e conturbada.


 

Uma tragédia.


Capitão América

    Marvel Comics


 

A reação dos fãs a Steve Rogers se revelar um membro da HYDRA no evento Império Secreto de 2017 irritou os fãs em um grau nunca visto na editora. O ícone americano era um daqueles heróis que aparentemente nunca poderiam ser corrompidos, mas quando o Caveira Vermelho encontrou uma maneira de manipular um cubo cósmico sensível chamado Kobik para restaurar a juventude de um Cap idoso, ele também distorceu sua linha do temporal para fazê-lo acreditar que sempre foi membro da organização terrorista. Essa é uma explicação bastante complicada para o ploto dessa história, mas o escritor Nick Spencer trabalhou duro, fazendo com que Cap quase dominasse o país inteiro antes de finalmente ser derrotado.


 

Superboy

    DC Comics


 

Superboy por natureza, é um dos heróis mais complexos e problemáticos da DC. O cara gosta mesmo é da confusão.


 

Crise nas Infinitas Terras fundiu todos os seus múltiplos universos em um, mas havia alguns personagens que não se encaixavam. O Superboy da Terra-Prime – nossa Terra, onde os heróis da DC são personagens fictícios – é um ótimo exemplo. Durante a crise, ele lutou bravamente contra o Anti-Monitor e terminou em uma “dimensão” com o Super-Homem da Terra-Dois e Lois Lane para passar a eternidade em paz. Infelizmente, também havia um Luthor lá, que convenceu Superboy a romper a barreira dimensional e reentrar na continuidade, onde ele massacrou um monte de heróis durante a Crise Infinita e deu um trabalhão dos diabos para os heróis que ainda sobreviveram.


 

Eu acho o Superboy de Crise Infinita um dos melhores vilões da história da DC.

 

Anjo

    Marvel Comics

 

Dos cinco X-Men originais, Warren Worthington Terceiro, provavelmente tinha o poder menos interessante. Em um mundo em que aparentemente todos os outros super-heróis podem voar, ser capaz de voar para o céu não é tão impressionante – especialmente quando é necessário carregar um enorme par de asas emplumadas que crescem nas suas costas. Apesar de tudo, ele teve uma longa e bem-sucedida carreira heroica nos quadrinhos da Marvel Comics. Durante o arco Massacre, suas asas foram literalmente obliteradas, e Warren aparentemente morreu em uma explosão. Na verdade, ele foi levado pelo poderoso mutante Apocalipse e transformado em seu Cavaleiro da Morte, equipado com asas metálicas com penas afiadas como navalhas e uma sede incontrolável de violência. Eventualmente, ele recuperaria seu livre arbítrio, mas seu tempo como vilão o assustou para sempre.


 

Ommi Man

 

    Image Comics


 

A premissa básica de Invencível (Invincible), de Robert Kirkman, é fácil de entender: e se seu pai super-herói fosse realmente a vanguarda de uma invasão alienígena? Quando o protagonista, Mark Grayson descobre que seu pai, Omni-Man, é um soldado do Império Viltrumita enviado para preparar a Terra para a colonização e transformar os humanos em escravos, as relações dessa família alien entra em combustão. Os Viltrumitas são uma espécie humanoide que possui força sobre-humana, supervelocidade, imortalidade virtual e fuga.

Quando Mark começa a desenvolver seus próprios poderes sobre-humanos e descobre a verdade, ele tentar parar seu pai, o Omni-Man e, se você nunca leu Invicible, precisa ler, o cara é uma máquina de moer e destruir e espanca o filho até deixá-lo num estado deplorável. É uma das batalhas mais sangrentas da história dos quadrinhos, por causa disso, Omni-Man foge e vai embora para outro planeta, lá ele encontra o amor e desiste de ser mal.

Leiam Invicible, é nada mais que genial e quebra diversos paradigmas dos heróis clássicos que conhecemos.


 

Robin


 

    DC Comics

 

O segundo garoto a vestir o short verde como companheiro de Batman chegou a um final difícil e trágico na história de “Morte em Família” de 1988, onde o Coringa derrotou Jason Todd – Robin – com um pé de cabra e o deixou morrer em uma explosão. Por ser uma história em quadrinhos, Jason não ficou morto – a distorção da realidade de Superboy Prime de alguma forma reanimou seu cadáver, e depois de um ano nas ruas, ele foi encontrado pela Talia Al Ghul, que ajudou a restaurar sua memória. Isso acabaria sendo uma péssima ideia, pois Jason enlouquecido adotaria a identidade do Capuz Vermelho para se vingar assassino de Batman por sua recusa em matar o Coringa. Jason finalmente mudou as coisas um pouco e se tornou um anti-herói nervoso, mas quando ele se tornou um vilão, foi um enorme desafio para o Cavaleiro das Trevas.

 

Quinta Capa.


Comentários