Compartilhar Tweet 1



Em decisão datada do último dia 18, o juiz titular da Comarca de Bacuri, Marcelo Santana Farias, determinou o bloqueio dos bens do prefeito e de todos os requeridos em ação motivada pela morte de oito estudantes e lesão corporal de outros oito alunos da rede pública estadual de ensino, transportados irregularmente em veículo tipo pau-de-arara, em acidente ocorrido no dia 29 de abril deste ano.

Entre os que tiveram os bens bloqueados estão José Balduíno da Silva Nery (prefeito do município), Andrew Fabrício Ferreira Santos (sócio da Conservis Construção Comércio e Serviço), Célia Vitória Neri (secretária de educação), Gersen James Correia Chagas, Flavia Regina Assunção de Azevedo e Maria José dos Santos Nascimento, estes três últimos integrantes da Comissão Permanente de Licitação.

No interior do Maranhão · 29/08/2014 - 11h54

Acusado de homicídio é absolvido em júri


Compartilhar Tweet 1



Em júri ocorrido na última quarta-feira (27), no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Bacuri, o Conselho de Sentença absolveu o réu Valdeir Abreu Costa. Ele respondeu pela acusação de homicídio de Manoel da Assunção de Oliveira Neto. Presidiu o julgamento o juiz titular da unidade, Marcelo Santana Farias.

O Ministério Público sustentou a tese de desclassificação de tentativa de homicídio para lesão corporal grave. Já a defesa do réu sustentou a tese de negativa de autoria.

Na sentença, o magistrado determinou que o acusado seja posto “imediatamente em liberdade se por outro motivo não estiver preso”.

Comarca de entrância inicial e vara única, Bacuri dista 237 km de São Luis. A sede do Poder Judiciário funciona na Rua da Alegria, 109, Centro.


Compartilhar Tweet 1



“A responsabilidade de todos nós”, destacou o deputado Hélio Soares (PMDB) se referindo ao acidente que provocou a morte de oito estudantes que vinham sendo transportados em uma caminhonete ‘pau-de-arara’ no município de Bacuri.

Durante todo o seu pronunciamento da sessão plenária desta segunda-feira (19), Hélio Soares criticou o posicionamento dos deputados oposicionistas sobre o caso.

“Fico perplexo em ver nossos colegas culpar A ou B por aquela tragédia. Só o deputado que não conhece o Maranhão pode condenar um prefeito ou um governo nessas condições que esses meus conterrâneos estão passando até agora. A responsabilidade é de todos nós, não é só do prefeito, não é só do governo”, afirmou.


Compartilhar Tweet 1



O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) trouxe à tona a tragédia ocorrida com estudantes de Bacuri para chamar a atenção sobre uma entrevista concedida pelo prefeito do município, José Baldoíno Nery, na Mirante AM, onde o mesmo, que é inclusive aliado do governo, revela que o Estado se recusou a conveniar com a Prefeitura.

“A rádio, de propriedade da governadora, e o prefeito fizeram umas revelações interessantes. Ele diz, por exemplo, que o Estado se recusou a conveniar com a Prefeitura, apesar de ele ter ido várias vezes cobrar do governo que cumprisse com a obrigação com o ensino médio, de acordo com a Lei de Diretrizes e Base da Educação”, disse Othelino.


Compartilhar Tweet 1



Em decisão datada dessa quinta-feira (08), o titular da Comarca de Bacuri, juiz Marcelo Santana Farias, determinou que o município de Bacuri e Estado do Maranhão – “dentro de suas respectivas competências de atuação” – não realizem transporte de alunos da rede pública municipal e estadual em veículos irregulares que, de acordo com o texto da decisão são “inapropriados para o transporte escolar ou dirigido por motorista sem habilitação especializada”.

Na decisão, o magistrado determina ainda a suspensão das aulas na rede pública pelo prazo de quinze dias, intervalo no qual deve ser providenciada a contratação de transporte que obedeça às exigências. A reposição das aulas suspensas deve se dar em um prazo máximo de 30 dias após o fim da suspensão.

Na Assembleia Legislativa · 06/05/2014 - 15h41

Bira propõe pensão aos familiares de vítimas da tragédia de Bacuri


Compartilhar Tweet 1



A tragédia ocorrida no Povoado de Madragoa, em Bacuri, voltou a ser pauta dos debates da Assembleia Legislativa do Maranhão, na manhã desta terça-feira (6). O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) propôs ao Estado que conceda pensão aos familiares das vítimas.

A proposta do parlamentar segue os moldes da pensão que o Estado do Maranhão concedeu para familiares das vítimas da tragédia de Pedrinhas. Bira esteve em Bacuri, no último final de semana, e visitou o local do acidente e povoado Madragoa.

No povoado de aproximadamente 3 mil habitantes, o parlamentar foi recebido pelo senhor Laurenilson Farias, pai das jovens Emille Costa Farias e Jamile Costa Farias, ambas vítimas do acidente.


Compartilhar Tweet 1



A governadora Roseana Sarney ao saber da morte dos 12 estudantes em acidente ocorrido na rodovia entre os municípios de Bacuri e Apicum-Açu, nesta terça-feira (29), telefonou para o prefeito José Baldoino da Silva Nery, garantindo apoio imediato e envio de equipes das Secretarias de Estado de Saúde (SES) e Educação (Seduc) para o local.

“Ficamos todos muito tristes com essa tragédia, que abala não só as famílias de Bacuri, mas de todo o Maranhão”, afirmou.

A governadora Roseana Sarney se solidarizou com os familiares e amigos das vítimas e determinou que fossem tomadas todas as providências, incluindo assistência social e psicológica às famílias.


Compartilhar Tweet 1



Em virtude dos protestos ocorridos em Bacuri bem como o pedido de prisão dos integrantes da gangue do Bairro Piquizeiro, localizado naquele município, o secretário de Estado de Segurança Pública, Ricardo Murad, determinou que uma equipe de investigadores da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) com apoio da Delegacia daquele município, prendessem todos os envolvidos que fazem parte desse bando.

“A Polícia Civil deflagrou uma operação, como uma resposta rápida em combate a criminalidade, que culminou com a prisão e localização de um integrante dessa gangue que estava agindo naquela cidade. No total, dois já foram detidos e três estão identificados. Representamos pelo mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Bacuri e conseguimos obter êxito em mais uma operação”.


Compartilhar Tweet 1



O juiz Marcelo Santana, titular da Vara Única da Comarca de Bacuri (a 237 km de São Luís) informou, na tarde desta sexta-feira (14), que as atividades da Justiça na cidade vem sendo prejudicadas pela frequência da queda de energia e pela inoperância dos serviços de telefonia e internet.

As últimas ocorrências dos problemas foram registradas na quinta e sexta-feira (13 e 14). Na quinta a suspensão do fornecimento de energia elétrica na cidade ocasionou a paralisação das audiências e demais serviços por quase 3 horas. Já na manhã de sexta, a comarca ficou sem internet e quando o serviço voltou a funcionar estava lento, resultando na lentidão da prestação de serviços da Justiça.