Ofício da Corregedoria -

Cartórios recebem alerta sobre bloqueio de R$ 1 milhão do prefeito piauiense

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, encaminhou ofício a todos os cartórios do Estado para que não aceitem nenhum registro de transações envolvendo bens do prefeito de Baixa Grande do Ribeiro, Osíres Castro Silva.

Ele teve mais de R$ 1 milhão bloqueados após contratar o posto de gasolina do próprio irmão e da cunhada.LEIA E ENTENDA

O Auto Posto Tabor foi contratado pela Prefeitura para fornecer um total de R$ 1.012.200,00 em combustíveis. O estabelecimento é de propriedade do irmão do prefeito, Edem Castro e Silva, e está registrado no nome da esposa, Alaíde Reis. Todos tiveram os bens bloqueados.

Fonte: None

Comentários