Invista na genética: tendência · 25/11/2020 - 11h39

Teste de ancestralidade no Brasil: Conheça o mercado


Compartilhar Tweet 1



O teste de ancestralidade no Brasil tem atraído cada vez mais pessoas interessadas em obter maiores conhecimentos sobre suas origens. Contudo, vale a pena investir neste setor? Será que é rentável?

Para responder essas perguntas com propriedade continue lendo e confira todas as informações sobre o teste e sua aplicação.

Teste de ancestralidade no Brasil: O que promete?

 

O teste de ancestralidade nada mais é que uma forma de mapeamento genético de um indivíduo. Ou seja, ele faz analises dos genes de um indivíduo de forma a captar algumas informações que ali estão guardadas.

Aqui cabe ressalvar que esse teste de ancestralidade não é tão completo quanto o mapeamento genético completo. Isso, pois, o primeiro analisa cerca de 700 mil genes, o que corresponde apenas a 0,01% do segundo.

Ao mesmo tempo é isso que permite que o teste de ancestralidade no Brasil e em outros países seja barateado. O mapeamento completo é muito mais caro e complexo.

Entretanto, são várias as informações que podem ser obtidas a partir de um teste de ancestralidade. As principais e mais conhecidas delas são relacionadas aos ancestrais do indivíduo e isso justifica o nome da testagem.

Com base em dados genéticos é possível, então, realizar uma leitura sobre as origens do indivíduo. E isso pode ser muito mais interessante do que parece.

O teste de ancestralidade no Brasil é capaz de indicar as porcentagens de origens de uma pessoa. Mas o que isso significa? A partir dele é possível, por exemplo, dizer qual a proporção de origens dele. Por exemplo, 80% africano, 10% europeu e 10% latino-americano.

Aliás, um dos fatores mais interessantes desse tipo de teste é que eles tendem a surpreender as pessoas. Embora muitos afirmem saber com certeza as origens de suas famílias o teste pode surpreender ao demonstrar, por exemplo, que uma pessoa é muito menos alemã e mais árabe do que imaginava.

Afinal, a documentação de muitas famílias muitas vezes deixa muitas brechas quanto aos antepassados, às associações feitas e os locais de moradia. Dessa maneira, o teste pode fazer você entender melhor suas origens ao mesmo tempo em que traz informações até então desconhecidas ou completamente defasadas sobre seus antepassados.

Os testes são capazes de trazer informações de até 08 gerações passadas, ou seja, é possível obter dados até os tataravós dos seus bisavós.

Mas não é só isso! Alguns dos tipos de teste de ancestralidade no Brasil também trazem informações sobre a saúde e o organismo do paciente. Isso ocorre em duas vertentes.

A primeira delas indica informações sobre eventuais doenças e intolerâncias e quais hábitos são mais indicados para o seu organismo (como evitar alguns alimentos que podem gerar reações adversas e dar prioridade para outros).

A segunda, por outro lado, condiz à indicação de como o corpo reage aos medicamentos e aos tratamentos. Com isso, por exemplo, é possível optar por um tratamento em detrimento de outro em eventual diagnóstico de doença.

Como é feito o teste de ancestralidade no Brasil?

Esse teste é feito de forma bastante simples. Primeiramente há o envio de um kit para a casa do cliente. Dentre os materiais enviados estará um para que seja colhida saliva que, por sua vez, será utilizada como material para a análise genética.

Então, o cliente envia essa amostra para o laboratório e após alguns dias recebe um relatório detalhado! As análises são feitas com o auxílio de inteligência artificial e garantem segurança!

Portanto, diferentemente de exames como o teste para Covid, o de ancestralidade sequer necessita que o paciente vá até o laboratório. O colhimento do material para teste é feito de forma não invasiva e tranqüila.

Vale a pena fazer teste de ancestralidade no Brasil?

A resposta é positiva, vale a pena fazer esse tipo de teste no Brasil. Afinal, considere que o país registra intensa imigração há muito tempo. Além disso, os imigrantes também tinham seus ancestrais provenientes de outros lugares.

É preciso ter em mente, portanto, a intensa movimentação do ser humano pelo globo e suas associações com novos povos. Quanto a isso, aliás, tem-se que o Brasil é fruto de intensa miscigenação, a qual não ocorreu somente aqui, obviamente.

Portanto, para quem tem interesse em conhecer melhor sua família, origens e ancestrais, fazer um teste de ancestralidade no Brasil é de grande auxílio! Mais do que nunca precisamos entender nossas origens, principalmente em tempos de pandemia, teste rápido para Covid e espera da vacina que é acompanhada de tantas incertezas!

Além disso, ainda é possível obter outras informações sobre a saúde, conforme já citado. 

Por fim, ressaltamos que o teste de ancestralidade no Brasil é ofertado por empresas sérias e comprometidas com a ciência e com o desenvolvimento dela. Portanto, por ter certeza que terá em mãos resultados e dados verdadeiro.

Vale a pena investir na área?

Finalmente chegamos ao cerne da nossa questão. O investimento não é muito pequeno para você abrir um laboratório que trabalhe com DNA, sendo que o gasto maior será com softwares de inteligência artificial. Estes softwares são geralmente muito caros.

Aliado a este gasto, está a aquisição dos kits para envio até as residências, pessoas qualificadas para manusear e analisar saliva e/ou sangue.

Basicamente, é como montar um laboratório de análises clínicas, porém focado apenas na área da genética, que está tendo uma crescente explosão de interessados em adquirir tal serviço.

Para nós, é uma das grandes promessas de empreendedorismo para as próximas décadas. 


Comentários